Brasil fica em 6º lugar entre os países que mais cobram impostos de empresas


JHJHJ

Com uma alíquota de imposto para pessoa jurídica de 34%, o Brasil fica em sexto lugar entre os países que mais tributam empresas. Os dados fazem parte de pesquisa divulgada nesta terça-feira (10) pela empresa de auditoria KPMG.

Os Emirados Árabes Unidos lideram o ranking, com alíquota de 55%. Já a alíquota mais baixa é a de Montenegro, de 9%.

A porcentagem se dá por uma combinação de 15% da alíquota básica de imposto de renda de pessoa jurídica, mais 10% sobre o lucro que exceder R$ 240 mil e 9% de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Caso seja analisado apenas o G20, grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, o Brasil fica na terceira posição entre os que cobram mais impostos de pessoas jurídicas, atrás apenas dos Estados Unidos e Japão.

Governos arrecadam mais com impostos indiretos

Desde a edição anterior da pesquisa, publicada pela KPMG em janeiro do ano passado, nove países aumentaram suas alíquotas de impostos de pessoa jurídica e 24 diminuíram.

No Brasil, as alíquotas de imposto de renda se mantiveram estáveis, mas os critérios de apuração têm sido modificados nos últimos anos.

A pesquisa aponta ainda que 13 nações aumentaram as cobranças de impostos indiretos e nenhum dos 130 países pesquisados diminuiu estes valores.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.