ALTO DO RODRIGUES RN-Você sabe qual é o futuro da educação?


171917A sua escola não é (ou foi) igual à dos seus pais e a escola dos seus pais não foi igual à dos seus avós. As transformações foram grandes, nas últimas décadas, mas como será a educação em 15 ou 20 anos? Uma pesquisa realizada pela Fundação do Catar com mais de 600 especialistas da área indica que o ensino será cada vez mais focado nas especificidades de cada aluno e que aulas pela Internet serão mais utilizadas, em comparação às presenciais.

DivulgaçãoPara a  diretora do Contemporâneo, Irany Xavier, salas de aula do futuro terão menos alunosPara a diretora do Contemporâneo, Irany Xavier, salas de aula do futuro terão menos alunos

Esse cenário, pelo menos em princípio, é positivo para os músicos da banda inglesa Pink Floyd, que, no final dos anos 1970, criticavam o modelo uniformizador das escolas em sua música Another Brick in the Wall (Outro Tijolo na Parede, em português). Na canção, o grupo menciona controle de pensamento e transmite a mensagem de que o formato da época seria alienante.

Para tentarmos antecipar quais serão os próximos avanços, conversamos com a pedagoga Irany Xavier de Andrade, que é diretora geral do Complexo Educacional Contemporâneo. Com uma história que remonta à criação do Jardim Escola Pica-Pau Amarelo, há 35 anos, a instituição sempre buscou ir além das disciplinas escolares para formar cidadãos com bases morais sólidas.

Se, em 1980, a escola tinha apenas 50 crianças matriculadas, em 2015, passaram pelas duas unidades do Contemporâneo (Lagoa Nova e Cidade Verde) mais de dois mil alunos do Berçário ao Ensino Médio. Para obter tamanho sucesso, a professora Irany, como é conhecida, diz que foi fundamental inovar sempre. “Essa ousadia foi sempre uma busca minha. As escolas de Natal nem sequer falavam em laboratórios de informática com fins pedagógicos e nós já fomos buscar fora da cidade as parcerias para desenvolver esse projeto”, conta.

DivulgaçãoIrany Xavier: Tablets e computadores estarão cada vez mais presentes na educaçãoIrany Xavier: Tablets e computadores estarão cada vez mais presentes na educação

De acordo com Irany Xavier, o uso das tecnologias da informação tem possibilitado tornar o processo educativo mais eficiente. “Tudo se torna mais rápido e com maior qualidade. Além disso, com o reconhecimento da autonomia das crianças, nós podemos perceber um desenvolvimento mais rápido das capacidades cognitivas das crianças”, avalia.

Se a pesquisa da Fundação do Catar aponta que, no futuro, a educação será híbrida, com aulas pela Internet e em espaços físicos, o Contemporâneo já tem dado os primeiros passos nesse sentido. É que, sendo a única de Natal que utiliza o Sistema Anglo de Ensino, a escola consegue oferecer a seus alunos todo o conteúdo exclusivo da Anglopédia, um dos maiores portais educacionais existentes.

A professora Irany ainda acredita que, no futuro, as salas de aulas terão menos alunos. O professor passará a desempenhar o papel também de tutor, o que seria ideal para proporcionar um ambiente favorável ao processo de aprendizagem e ao desenvolvimento da autonomia dos estudantes, para a pedagoga.

Segundo Irany Xavier, também é uma tendência que, nos próximos anos, também haja uma presença mais forte dos tablets e computadores, mas sem substituir o papel em tudo. “Isso pelo menos pelos próximos dez anos, mas é muito difícil prever o depois, porque a revolução vai ser ainda mais intensa”, diz.

Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *