Príncipe Harry vai à Cracolândia e conversa com usuários de crack


20140626104740_9f6e4

O príncipe Harry deu seguimento a sua visita ao Brasil nesta quinta-feira (26) com uma visita à região da Cracolândia, no Centro de São Paulo. Acompanhado do prefeito Fernando Haddad, Harry foi apresentado ao programa “Braços Abertos”, iniciativa do governo municipal que tenta fazer com que usuários se afastem do crack.

Harry esteve em uma tenda onde conversou com dependentes químicos, segundo o secretário da Segurança do município, Roberto Porto, e não concedeu entrevistas.

Durante a visita, a Polícia Militar precisou pedir ajuda da Guarda Civil Metropolitana (GCM) para que fosse feito um cordão de isolamento em volda do príncipe. O esquema de segurança organizado pelas autoridades britânicas não funcionou conforme o esperado. O público ficou próximo do príncipe, e mesmo os jornalistas, que teriam de ficar em blocos a uma certa distância, chegaram ao lado de Harry.

Viagem

O príncipe é o quarto na sucessão do trono inglês e está no Brasil desde o dia 23. Ele primeiro esteve em Brasília, onde visitou o Hospital de Reabilitação da Rede Sarah e assistiu ao jogo entre Brasil e Camarões.

Em seguida, o membro da realeza britânica esteve em Belo Horizonte, onde acompanhou jogo da seleção inglesa. Também se encontrou com atletas do esporte do Minas Tênis Clube, que tem parceria firmada até 2016 com a Associação Olímpica Britânica.

Já no estado de São Paulo, Harry foi a Cubatão conhecer um projeto de preservação da Mata Atlântica na quarta-feira (26). Conheceu ainda uma entidade de assistência social a crianças.

Rate this post



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.