Falsos médicos usam cimento, azeite e supercola em cirurgias plásticas


65u56u5hyy

As cirurgias plásticas para aumento dos glúteos estão em alta nos EUA – mas muitas mulheres estão a ser submetidas a procedimentos e técnicas ilegais e arriscados para tornar os preços mais baratos, que podem chegar a milhares de dólares.

Natalie Johnson, de Miami, na Florida, tomou injecções para aumentar o tamanho dos glúteos. Dançarina, acreditava que um “rabo” maior lhe traria rendimentos financeiros.

Acabou com cicatrizes e sofreu com as dores. Na sua casa, Natalie mostrou à BBC as fotos do seu corpo com manchas escuras e sinais de decomposição do tecido após o procedimento.

“Eu não precisava, era perfeita sem isso. Tinha um estilo de vida no qual eu sentia que, se tivesse um rabo grande, poderia ganhar mais dinheiro”, disse.

A decisão de se submeter ao procedimento veio depois de ter encontrado uma pessoa que alegava ser médico. O homem ofereceu o serviço por um preço que era apenas uma fracção do que normalmente é cobrado em clínicas.

Segundo Natalie, O’Neal Morris foi até à casa dela usando uma batina branca e «parecendo profissional», e injetou uma substância nas suas nádegas com uma seringa.

Inicialmente os resultados foram bons: os glúteos ficaram mais redondos e firmes, perto do objectivo dela, de ter um “corpo com o formato de uma garrafa de Coca-Cola”.

Os problemas começaram depois de duas sessões. “Comecei a ficar muito, muito doente. Notei que (o implante) estava a desintegrar-se e o meu rabo ficou enrugado”, disse.

A dor que ainda enfrenta é tão forte que é difícil para Natalie permanecer sentada por muito tempo. Ela precisa da ajuda da filha de nove anos para fazer as tarefas mais básicas.

Numa ocasião, Natalie foi levada de urgência para o hospital após parar de respirar.

Em Janeiro, Morris começou a cumprir pena de um ano de prisão por prática de medicina sem licença.

As mulheres que testemunharam durante o julgamento disseram que Morris, que não é formado, havia injetado uma variedade de substâncias incluindo cimento, supercola e selante de pneus.

O FBI diz que o número de casos de pessoas que se apresentam como médicos falsos para realizar cirurgias desse tipo está em alta, especialmente na Florida, em Nova Iorque, na Califórnia e no Texas.

Fonte: Diário Digital

Rate this post



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.