BRASILIA -DF-Caso Lázaro: veja detalhes do processo que concedeu regime semiaberto a suspeito de chacina no DF



Foto recente de Lázaro Barbosa enviada pela Polícia Civil — Foto: Reprodução TV Anhanguera

Foto recente de Lázaro Barbosa enviada pela Polícia Civil — Foto: Reprodução TV Anhanguera

Anos antes da caçada que já dura 13 diasLázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, havia fugido de presídios diversas vezes. A primeira foi em março de 2016, quando ele escapou do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), durante um “saidão” de Páscoa.

O benefício foi concedido depois que Lázaro, que cumpria pena em regime fechado, conseguiu progressão para o semiaberto. O G1 teve acesso ao processo que concedeu o benefício para o procurado, que à época já tinha sido condenado por roubo e estupro.

Os documentos mostram que houve receio em relação à medida, por conta da alta chance de Lázaro voltar a cometer crimes. A Justiça permitiu a concessão por entender que ele já cumpria os requisitos necessários. No entanto, os documentos indicam que Lázaro não tinha autorização para saídas temporárias (veja mais abaixo).

A reportagem questionou a Secretaria de Administração Penitenciária do DF (Seape-DF) e o Tribunal de Justiça do DF sobre quem foi responsável pela liberação de Lázaro. No entanto, não recebeu reposta até a última atualização desta reportagem.

Cinco anos depois, Lázaro é procurado por centenas de agentes de forças de segurança do DF e de Goiás, pelo homicídio de quatro pessoas de uma mesma família, em Ceilândia. Durante a fuga, já invadiu chácaras, fez reféns, e conseguiu escapar dos policiais.

Regime semiaberto e carta escrita a mão para o STF

 

Complexo Penitenciário da Papuda, no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

Complexo Penitenciário da Papuda, no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

Lázaro foi preso no DF em agosto de 2010. No ano seguinte, acabou condenado a penas que somavam 15 anos, 8 meses e 19 dias de reclusão, por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo. O tempo que passou preso preventivamente contou como cumprimento de pena.

Inicialmente, Lázaro ficou detido na Penitenciária do DF II (PDF II), no Complexo da Papuda. O primeiro pedido de progressão para o semiaberto veio em 2013, três anos após a prisão.

Lázaro chegou a escrever uma carta à mão (veja abaixo), endereçada ao então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, com o pedido.

Carta escrita por Lázaro Barbosa e enviada ao STF pedindo concessão de regime semiaberto — Foto: Reprodução

Carta escrita por Lázaro Barbosa e enviada ao STF pedindo concessão de regime semiaberto — Foto: Reprodução

À ocasião, o juiz Rodrigo Cordeiro de Souza Rodrigues demonstrou “receio”. O magistrado citou o “comportamento singular do autor, consubstanciado em ações de violência contra outro ser humano, tudo a demonstrar uma personalidade que se revela, nitidamente antissocial”. Por isso, antes de decidir, determinou a realização de um exame criminológico de Lázaro.

Foi desse pedido que veio o laudo que, em 2013, apontou traços como “agressividade, ausência de mecanismos de controle, dependência emocional, impulsividade, instabilidade emocional, possibilidade de ruptura do equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angústia”.

O documento também apontava que Lázaro “provavelmente retornará a delinquir”, e recomendou a “implementação de algumas medidas e posterior avaliação psicológica antes da concessão de qualquer beneficio”.

Lázaro Barbosa é investigado por crimes bárbaros

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

 

 

00:00/00:00

 

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

Lázaro Barbosa é investigado por crimes bárbaros

Questionado pelo juiz, o Ministério Público do DF (MPDFT) reconheceu que Lázaro já tinha cumprido dois quintos da pena e tinha direito à progressão. Mas alertou para os cuidados necessários frente ao perfil do condenado.

“O sentenciado ainda não está apto a retornar ao convívio social e que, no momento, o seu grau de periculosidade é alto”, disse o Ministério Público.

 

O MP recomendou que Lázaro cumprisse a pena no semiaberto, mas sem direito a benefícios externos, como trabalho e saídas. Em 14 de março de 2014, o juiz Ademar Silva de Vasconcelos atendeu a sugestão, e o preso foi transferido para o Centro de Internamento e Reeducação (CIR), que recebe detentos nessa situação. Determinou também que ele fosse submetido a tratamento psicológico.

Benefícios externos

 

Fachada do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) — Foto: TV Globo / Reprodução

Fachada do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) — Foto: TV Globo / Reprodução

Em 2015, a defesa de Lázaro apresentou um novo pedido, para que ele tivesse direito aos benefícios externos. À ocasião, o condenado já tinha cumprido integralmente a pena por e



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.