BRASIL-Aliado de Bolsonaro, Edir Macedo diz que fiéis devem ‘perdoar’ Lula


 

Edir Macedo foi opositor de Lula durante toda a campanha eleitoral

Edir Macedo foi opositor de Lula durante toda a campanha eleitoral Reprodução / Facebook

O bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, defendeu em live nas redes sociais que é preciso perdoar o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em vídeo postado no Instagram, ele diz que orou pela vitória de Bolsonaro, mas que agora é hora de seguir em frente.

“Eu orei, ‘ó, Deus, quero que Bolsonaro ganhe’. Mas seja feita Vossa vontade. Eu pedi para ele fazer a vontade dEle e Ele fez. O que que eu vou fazer agora? Tocar a vida pela frente”, comunica o bispo.

Macedo começa o vídeo falando sobre um culto feito em Genebra, que teve o perdão como tema central. De acordo com ele, durante a pregação ele ouviu uma brasileira dizer que perdoava o Lula. “Todo mundo ouve ela gritar, ‘eu perdoo você, Lula, que fez tanto mal para o Brasil, que fez o que fez”’, relata o bispo.

“E aí me veio o discernimento de quantas pessoas neste Brasil ou pelo mundo afora, especialmente cristãos, quantos devem ter ficado irados contra o Lula e magoados e agarraram um sentimento de mágoa contra ele. Ora, minha amiga e meu caro amigo, vamos colocar a cabeça no lugar, nós fizemos as nossas escolhas. Ei, e a escolha foi da maioria, obviamente, que votou.”

O bispo Edir Macedo foi opositor de Lula durante toda a campanha eleitoral, utilizando instrumentos da igreja para fazer campanha a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL). Macedo usou jornais distribuídos gratuitamente a fiéis para atacar Lula e cristãos que se consideravam de esquerda.

No segundo turno, Macedo chegou a declarar que as urnas mostrariam “quem é o Deus vivo, se é o da esquerda ou o da direita”. Agora, o bispo adota um discurso de aceitação e perdão. “Vamos tocar o nosso barco, vamos andar para frente. O sentimento de mágoa só faz destruir”, afirma no vídeo. “Sua fé não vai valer de nada se você não perdoar”, completa em outro momento.

Comentários (19)

Rate this post



Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.