ASSU RN-Deputado George Soares visita obras de reforma e confirma funcionamento do Hospital Regional de Assú


 

Foto: divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, afirmou neste domingo que vê as Forças Armadas sendo orientadas para atacar o processo eleitoral. Em participação em um seminário promovido por uma universidade alemã, Barroso disse que o Brasil é um dos países que testemunha a ascensão do populismo autoritário e relembrou episódios como o desfile de tanques na Esplanada nos Ministérios e os ataques do presidente Jair Bolsonaro às urnas eletrônicas.

Segundo Barroso, existe uma tentativa de levar as Forças Armadas ao “varejo da política”. Para eles, é importante que os comandantes militares evitem esse tipo de contaminação. No ano passado, em meio à pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Tribunal Superior Eleitoral convidou representantes das três forças para participarem do processo de fiscalização das urnas.

— Um desfile de tanques é um episódio com intenção intimidatória. Ataques totalmente infundados e fraudulentos ao processo eleitoral. Desde 1996 não tem nenhum episódio de fraude. Eleições totalmente limpas, seguras. E agora se vai pretender usar as Forças Armadas para atacar. Gentilmente convidadas para participar do processo, estão sendo orientadas para atacar o processo e tentar desacreditá-lo — afirmou.

Barroso destacou que nos 33 anos desde a redemocratização, as Forças Armadas recuperaram seu prestígio, mas que enxerga como um risco real o que chamou de esforço de politização dos militares.

Um fenômeno que em alguma medida é preocupante, mas que até aqui não tem ocorrido, mas é preciso estar atento é o esforço de politização das Forças Armadas. Esse é um risco real para a democracia e aqui gostaria de dizer que, eu que fui um crítico severo do regime militar, militante contra a ditadura, nesses 33 anos de democracia, se teve uma instituição de onde não veio noticia ruim foi as Forças Armadas. Gosto de trabalhar com fatos e de fazer justiça — afirmou.

 

Para Barroso, há repetidos movimentos para jogar as Forças no que chamou de “varejo da política“.

 

— Tenho a firme expectativa que as FFAA não se deixem seduzir por esse esforço de jogá-las nesse universo indesejável para as instituições de estado que é o universo da fogueira das paixões políticas. E até agora o profissionalismo e o respeito á Constituição tem prevalecido. Mas não se deve passar despercebido que militares profissionais e admirados e respeitadores da Constituição foram afastados, como o general Santos Cruz, general Maynard Santa Rosa, o próprio general Fernando Azevedo. Os três comandantes da Força todos foram afastados. Não é comum isso, nunca tinha acontecido — afirmou o ministro.

 

Ministro evita comentar sobre o caso Daniel Silveira

 

No seminário, Barroso evitou comentar sobre o caso do deputado Daniel Silveira, condenado a oito anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal, mas que teve sua pena perdoada pelo presidente Jair Bolsonaro.

 

O ministro afirmou que o caso deverá voltar para a Corte e que, portanto, não pode emitir opiniões sobre o tema antes disso.

 

O Globo

 

 

 

Foto: DIVULGAÇÃO IOWA LOTTERY

Um homem de Iowa, nos Estados Unidos, ganhou um prêmio de 1 milhão de dólares (R$ 4,8 milhões) na loteria local, depois que um funcionário cometeu um erro durante a impressão do seu bilhete.

Josh Buster, de 40 anos, pediu cinco jogadas de “escolha fácil”, tipo de aposta em que os números são escolhidos aleatoriamente para o jogador, para o sorteio de 15 de abril. Segundo o apostador, o funcionário da loja de conveniência em que ele fez os jogos imprimiu uma jogada em um bilhete e as outras quatro em um bilhete diferente.

“Acho que isso mudou os números que teriam sido sorteados para mim se ele tivesse colocado todos em apenas um bilhete em vez de cometer o erro”, disse o americano em um comunicado à imprensa da loteria de Iowa.

Segundo a loteria, as chances de ganhar 1 milhão de dólares no jogo em que Josh Buster fez as apostas são de 1 em 12.607.306.

R7

 

 

Foto: AFP

A primeira projeção do resultado da eleição presidencial francesa aponta que Emmanuel Macron deve se reeleger para chefiar o país. Com a vitória, o candidato centrista deve dar continuidade às reformas e políticas pró-União Europeia.  

Segundo estimativa inicial do Instituto Ipsos, Macron teria conseguido 58,2% dos votos contra 41,8% de Marine Le Pen.

Logo após as primeiras apurações, Le Pen admitiu a derrota. Ela acrescentou dizendo que, apesar disso, seu resultado é uma “vitória” para o movimento político que representa.

 

 

Foto: ELISA ELSIE / ASSECOM / RN

Na tradição nordestina, chuva é sinal de muita fartura. E no Rio Grande do Norte, o volume de chuvas 8,6% acima da média esperada para os quatro primeiros meses de 2022, até este domingo (24) tem garantido um bom inverno e trazido a esperança de boa safra e colheita na produção agrícola. Para os potiguares, significa também segurança hídrica no abastecimento de água dos municípios, com aumento das reservas que atualmente alcançam 43,59% da sua capacidade total, dado do dia 18 de abril, divulgado pelo Igarn.

O sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou um volume médio no período de janeiro a abril deste ano de 466,7 milímetros (mm) em todo o estado, enquanto o esperado era de 429,8 mm. A região que mais recebeu carga d´água foi o Oeste Potiguar, com o acumulado de 560.6mm.

“Nesse final de abril e início de maio, as chuvas continuarão ocorrendo em todas as regiões, com bons índices, devido as boas condições termodinâmicas dos oceanos atlântico e pacífico”, explica o chefe do setor de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Com as chuvas que deverão ocorrer até o final de abril, o estado ficará na condição climatologia de normal a acima. Até o momento, são 63 municípios na condição normal e 14 na de chuvoso. Pelo mapa do monitoramento deste domingo (24), divulgado às 9h15, as chuvas mais intensas nas últimas 24h ocorreram na Microrregião de Pau dos Ferros.

 

Apesar dos altos volumes de chuva registrados nas últimas 24h, segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, o coronel Carvalho, o Estado não apresentou ocorrências graves. “A Defesa Civil do estado está acompanhando as chuvas que começaram a cair na sexta e continuaram sábado e hoje. Apesar dos volumes expressivos registrados ontem, não fomos acionados para prestar apoio a nenhum município”, afirmou.

 

A previsão para o resto do dia deste domingo é de poucas nuvens na região do Alto Oeste, podendo chover à noite. Na região de Mossoró e Vale do Açu, céu parcialmente nublado com chuvas. Seridó, Agreste e Litoral, parcialmente nublado a claro.

 

 

O Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos registrou, nesse sábado, lotação completa na clínica médica com 10 pacientes internados e em tratamento.

Por sua vez, a UTI contabiliza 4 pacientes internados e segue oportunizando tratamento intensivo a pacientes da região.

“Clínica médica, UTI e acolhimento obstétrico seguem em pleno funcionamento atendendo a população. Após a reforma retornaremos com cirurgias e seremos referência para todo o Estado em cirurgias eletivas”, destacou o diretor geral Alberto Luís.

 

 

O deputado George Soares visitou nesta sexta-feira (22), o Hospital Regional de Assú, acompanhado do diretor da unidade, Alberto Luis.

 

O hospital que há 21 anos não passava por reforma, está recebendo investimentos de R$ 3,5 milhões do Governo do RN. A obra contempla um novo centro obstétrico com 4 salas de parto, 20 leitos de alojamento conjunto, novo setor administrativo, e a modernização do centro cirúrgico.

“Ao final da reforma o hospital será centro de referência de cirurgias eletivas em todo estado. Investimento que teve a participação direta do deputado George Soares na articulação para execução da reforma”, destacou Alberto.

Com as obras, alguns serviços foram transferidos para outras unidades médicas, no entanto, o hospital continua aberto prestando atendimento à população, incluindo a Unidade de Terapia Intensiva – UTI, com 10 leitos, recém-oficializada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública – Sesap.

“Agradeço a governadora Fátima Bezerra pelo apoio à saúde do nosso Vale do Açu. A população terá um hospital mais moderno e mais eficiente. É uma grande conquista para toda a região do vale” ressaltou George.

 

 

23 – abr/2022

Prefeitura do Assú entre

Rate this post



Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.