Trio de reservas que custa R$ 1 mi por mês terá mais chances no Brasileiro


a2597f85827

Enquanto a Libertadores continua sendo prioridade no Corinthians, três jogadores reservas terão no Campeonato Brasileiro a chance de convencer Tite a mudar de ideia. Contratados como potenciais titulares e com salários que somados chegam a R$ 1 milhão, o zagueiro Edu Dracena, o volante Cristian e o atacante Vagner Love esquentaram o banco em boa parte deste primeiro semestre e, até agora, não ameaçaram seus concorrentes pelas vagas. Eles devem enfrentar o Cruzeiro, neste domingo, às 16h (de Brasília), em Cuiabá.

O caso mais emblemático é o de Cristian. O marcador retornou ao clube em que viveu um dos melhores momentos da carreira entre 2008 e 2009, mas nem de longe teve o mesmo rendimento. Pior, se apresentou em uma condição física bastante deficiente após mais de seis meses sem atuar desde que rescindiu com o Fenerbahce, da Turquia, e necessitando tratar uma lesão na região do púbis.

Cristian foi utilizado principalmente em partidas com a equipe reserva no Campeonato Paulista e não fez sombra a Ralf. O jogador ainda perdeu espaço no elenco com o crescimento de Bruno Henrique e sequer vem ficando no banco de reservas. Ele atuou pela última vez há um mês, no 2 a 2 diante do XV de Piracicaba, partida que fechou a fase de grupos do estadual. São 12 atuações e um gol.

Edu Dracena também desembarcou no CT Joaquim Grava como um provável titular depois da saída de Anderson Martins. Em campo, porém, não conseguiu a vaga. Felipe teve boas atuações nas primeiras partidas da temporada, fez gols importantes na Libertadores e se firmou ao lado de Gil. O ex-capitão do Santos, porém, não empolgou nas 15 vezes em que foi colocado em ação por Tite.

Edu Dracena Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)Edu Dracena terá chance contra o Cruzeiro (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

Sem ser utilizado desde 8 de abril, diante do XV, Dracena ganhou um alento com a atuação instável dos zagueiros na derrota para o Guaraní, no Paraguai. Uma boa exibição frente ao Cruzeiro pode ajudá-lo a ganhar espaço. Tite não deve modificar o setor pra a partida de quarta-feira, na arena, mas a eliminação logo nas oitavas da Libertadores pode acarretar mudanças futuramente.

Vagner Love foi quem mais atuou do trio – 17 vezes -, mas sofreu com as atuações irregulares e só balançou as redes em duas oportunidades. O centroavante não conseguiu se entrosar rapidamente com a equipe e ficou muito abaixo do que se esperava, principalmente na comparação com Guerrero, artilheiro alvinegro no ano, com dez gols em 15 partidas oficiais.

O “Artilheiro do Amor” é visto por Tite apenas como um centroavante. No máximo, poderia fazer a função de um segundo atacante, bem próximo da área. Como o Timão vem atuando no esquema 4-1-4-1, dificilmente vai conseguir uma vaga na equipe considerada titular. A chance agora é convencer no Brasileirão para ganhar moral. O Alvinegro precisa de gols, três de vantagem, para eliminar o Guaraní.

A contratação dos três jogadores ainda causa discórdia no clube. Opositores e antigos dirigentes reclamam que o Corinthians gasta muito dinheiro com quem atua pouco. O Timão sofre com os problemas financeiros e deve oito meses de direitos de imagem para alguns atletas do elenco. A diretoria tenta aprovar empréstimos bancários para quitar a dívida, mas até agora não conseguiu.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.