SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Projeto vai auxiliar crianças e adolescentes acolhidos com apadrinhamentos


Ilustrativa
Rio Grande do Norte conta com 287 crianças em abrigos, com um perfil de idade que vai dos 0 aos 17 anos

Um projeto de iniciativa de membros da Justiça potiguar foi iniciado com o objetivo de trazer uma série de atividades para estimular o acolhimento de crianças e adolescentes que vivem em instituições de atendimento aos menores sob a tutela da justiça.

Batizado de “Padrinhos”, o projeto é resultado de uma colaboração entre o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte em (TJRN) em parceria com o Ministério da Justiça do Rio Grande do Norte (MPRN), Corregedoria de Justiça do RN (CCJ) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Em entrevista ao programa “Manhã Agora”, da Rádio Agora FM, a promotora de Justiça de Natal, Marina Rebelo, detalhou as etapas de inscrição da iniciativa. Segundo a promotora, o Rio Grande do Norte conta com 287 crianças em abrigos, com um perfil de idade que vai dos 0 aos 17 anos. Ainda de acordo com a profissional, há três modalidades de apadrinhamento previstas no projeto:

Afetivo: onde há uma maior proximidade com a criança. São previstas atividades em que o padrinho leva o menor para a realização de passeios, almoços e outras atividades sociais. Nesse caso, o padrinho não pode ter registro no Cadastro Nacional de Adoção, pois o projeto não pode ser considerado um encurtamento para uma adoção.

Profissional: nesta modalidade, o “padrinho” pode ser uma pessoa física ou jurídica, que deseje prover ações de incremento de melhora do estudo e da saúde do menor de idade. As ações incluem aquisição de material escolar, pagamento de escolinha de esporte ou tratamento médico. O padrinho pode, inclusive, dar algum tipo de aula para a criança.

Provedor: é similar ao padrinho profissional; também pode ser uma pessoa física ou jurídica que deseje fomentar, por meio de compra de material escolar, as atividades de estudo da criança. Também existe a possibilidade de pagamento de atividades extracurriculares do apadrinhado.

Os interessados em participar podem fazer o cadastramento no formulário no site do projeto (http://euexisto.tjrn.jus.br/pt/apadrinhamento – hiperlinnk), e obter outras informações nos telefones (84) 3219-3523, (84) 99117-7732, no e-mail [email protected] e também nas redes sociais do Projeto Acalanto @acalantonatal.

Publicidade



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.