SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Indignado com saída de Moro, senador Styvenson critica bolsonaro por querer informações privilegiadas da PF quando o filho dele é investigado


Indignado com saída de Moro, senador Styvenson critica bolsonaro por querer informações privilegiadas da PF quando o filho dele é investigado[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador potiguar Styvenson Valentim (Podemos-RN), se mostrou indignado com a saída do ministro da Justiça Sérgio Moro.

“Sérgio Moro suportou muito. A carta branca prometida a ele já era marcada. Por diversas vezes subi na tribuna para falar sobre o desmonte dos mecanismos de combate à corrupção. O desmonte do COAF e as interferências nas instituições como a Receita Federal e Polícia Federal já mostravam o prenúncio desse momento”, disse Styvenson.

O senador concordou com a nota oficial publicada pelo seu partido, o Podemos, que repudiou o ato do Governo Federal de trocar “arbitrariamente” o diretor da Polícia Federal.

“Eu mesmo, como policial, fui vítima de interferência política no âmbito estadual. Como teremos um eficiente combate à corrupção se tudo que conhecíamos de estrutura para fazê-lo foi desmontado no ano de 2019? Interferências nas escolhas de superintendentes da Polícia Federal e da Receita Federal por qual motivo? Nem quando o PT ou Michel Temer estavam no comando, algo desse tipo foi feito. Por que o presidente Jair Bolsonaro quer informações privilegiadas, já que muitas investigações são sigilosas e o próprio filho dele está sendo investigado? O ex-ministro expôs o que todos os polícias no Brasil passam: interferências políticas sobre instituições. Resta saber como será daqui para frente o combate à corrupção com tantos políticos investigados por esse crime. Não entrei na política para assistir a isso. O combate à corrupção é imperativo para o povo brasileiro”, criticou Valentim.

Abaixo nota do Podemos à qual o senador se referiu:

NOTA OFICIAL DO PODEMOS

O combate à corrupção está no coração e na alma das aspirações nacionais. A Justiça é uma necessidade humana incontornável e, na sociedade política, deve figurar sempre como prioridade.

Nesse campo, Sérgio Moro foi um verdadeiro titã e, pelos serviços prestados, já deixou marca inapagável na história institucional do país. O preço de uma sociedade mais justa é a luta permanente.

A saída do ministro Sergio Moro do governo, uma opção do Presidente da República, representa o afastamento do governo Bolsonaro do sentimento popular e do combate à corrupção. É a derrota da ética.

Estamos certos que Sérgio Moro continuará esse bom combate, agora em outra esfera. De nossa parte, esperamos e estaremos atentos para que as mudanças não coloquem em risco os avanços obtidos e que o Brasil seja um país mais igual e justo.

DEPUTADA FEDERAL RENATA ABREU
Presidente Nacional do Podemos

SENADOR ALVARO DIAS
Líder do Podemos no Senado Federal

DEPUTADO FEDERAL LÉO MORAES
Líder do Podemos na Câmara dos Deputados



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.