PMDB confirma apoio a Dilma


144425

O PMDB aprovou ontem em convenção nacional o apoio à reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Desta vez, 59,1% dos delegados do PMDB aprovaram a coligação. Os contrários alcançaram 40,9% dos votos. “Estamos construindo um programa de governo para o País e vamos entregá-lo à presidenta Dilma”, afirmou vice-presidente da República Michel Temer, que trabalhou intensamente pela aliança. “Teremos uma parcela muito ativa no governo. Não seremos apenas aliados; seremos o próprio governo”, acrescentou. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, defendeu a manutenção da presença do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), na chapa que vai buscar a reeleição da presidenta.

Durante o evento, Henrique Alves disse que o PMDB tem divisões e divergências com o PT nos estados, “inclusive no Rio Grande do Norte, onde o PT não nos apoia para o cargo de governador”, mas destacou que o PMDB “não tem o radicalismo e a intolerância entre suas marcas” e deve “relevar” essas situações regionais em defesa de um projeto maior. “Mesmo divergindo do PT no meu estado, eu sei separar as coisas”, disse o presidente da Câmara.

Dos 9 delegados do Rio Grande do Norte, apenas a senadora Ivonete Dantas não compareceu à convenção do PMDB porque está de licença médica. Todos os demais convencionais do estado seguiram o voto do presidente do PMDB-RN pela manutenção da aliança PMDB/PT. Além de Henrique Alves, votaram ainda o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho; os deputados estaduais Gustavo Fernandes, Hermano Morais e Walter Alves; o ex-deputado Elias Fernandes, José Maria Melo e Gleire Belchior.

Dilma Rousseff chegou à convenção após o anúncio do resultado e procurou demonstrar confiança na vitória em outubro. “Nós juntos vencemos a eleição em 2010 e juntos nós vamos vencer a eleição em 2014. Juntos vamos fazer o Brasil andar pra frente”, afirmou a petista “Eu preciso do PMDB. Sejamos nós cada vez mais parceiros e irmãos nessa luta que se avizinha.”

Dilma também agradeceu o apoio do PMDB à aprovação de projetos considerados prioritários pelo governo, apesar da “forte oposição” dos adversários. “Mais uma vez, como se o Brasil não tivesse memória, (os adversários) dizem agora candidamente, de forma muito angélica, que ninguém tem o monopólio daquilo que nós fizemos”, atacou a presidenta. Criticada pelos adversários também pela aliança com setores do PMDB considerados “retrógrados”, Dilma afirmou: “Estamos aliados ao que há de mais moderno no País”.

Palanque eletrônico
A aliança com o PMDB assegura a Dilma pelo menos mais 2 minutos e 18 segundos em cada bloco diário da propaganda política, que começa em agosto. O PT, detentor da maior bancada da Câmara, tem sozinho 2 minutos e 47 segundos. Como o PDT – que tem cerca de meio minuto de propaganda – também fechou ontem o apoio a Dilma, só num dia a presidenta agregou quase três minutos para fazer sua campanha na TV.

Dilma e o PT deram prioridade a firmar as alianças de olho no tempo de televisão. A ala rebelde chegou a distribuir um documento com uma série de críticas ao governo Dilma, citando o aumento da violência, problemas na saúde pública, a desestruturação do setor elétrico, as denúncias de corrupção que envolvem a Petrobras e a “condução intervencionista e populista da economia”. “Definitivamente, o PMDB não pode e não deve concordar com esse estado de coisas. O fato é que, nos últimos anos, o partido foi preterido, desprezado e tratado como um mero apêndice do PT. Essa situação é inaceitável”, afirma a carta.

Apesar das críticas do setor rebelado do PMDB, o governo comemorou a continuidade da aliança. “O objetivo era vencer a convenção, (isso) foi alcançado”, disse o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini. “Quero parabenizar todos que trabalharam por esse resultado.”

PMDB confirma apoio a Dilma
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *