PENDÊNCIAS RN -Saúde e segurança pública são destacados no debate


151203O penúltimo debate entre os candidatos ao Governo foi marcado por um embate direto entre os postulantes ao Executivo e o debate de temas centrais já abordados nos programas eleitorais: a saúde e segurança. No penúltimo bloco, o candidato Henrique Alves (PMDB) questionou Robinson Faria (PSD) sobre o programa Ronda do Quarteirão, que foi implantado no Ceará. O peemedebista perguntou se o peesedista “insistiria” com o projeto.

Robinson Faria respondeu afirmativamente e enalteceu o plano de tornar a segurança mais próxima da população, com o trabalho da polícia setorizado por bairro nas comunidades. Já o candidato Henrique Alves, na réplica, lembrou os índices de insegurança da cidade de Fortaleza, considerada uma das mais inseguras do país. “Candidato deixe essa Ronda para lá”, disse.

AssessoriaCleisla Garcia atuou como mediadora do debate na TV TropicalCleisla Garcia atuou como mediadora do debate na TV Tropical

Já o candidato Robério Paulino (PSOL) foi questionado sobre o endividamento do Estado e o fato do Executivo estar no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Essa lei só existe para o trabalhador, não tem essa lei para relação do Estado com as empresas”, disse Robério.

Ao final do debate, o candidato Henrique Alves disse que é preciso maturidade para enfrentar os problemas do Estado. “Estou buscando unir pessoas responsáveis, de bem, de boa vontade e de boa fé para que, pela união, a gente possa construir um Rio Grande do Norte melhor”, declarou.

O candidato Robinson Faria prometeu, caso eleito, prioridade para reestruturação dos hospitais regionais. “Na saúde, vamos reestruturar os hospitais regionais, construir um novo Hospital de Traumas e Centros de Diagnósticos em Natal e Mossoró”, afirmou.

HENRIQUE
O deputado Henrique Alves, candidato a governador pela coligação União pela Mudança, disse, ao final do debate promovido na noite desta sexta-feira, 26, que é preciso “maturidade, responsabilidade e serenidade” para enfrentar o difícil momento vivido pelo Rio Grande do Norte. “Estou buscando unir pessoas responsáveis, de bem, de boa vontade e de boa fé para que, pela união, a gente possa construir um Rio Grande do Norte melhor”, declarou.

Depois de afirmar que o estado não pode mais errar nem se aventurar, Henrique lembrou que o estado vive um caos em setores importantes, como a Saúde, a Educação, a Segurança Pública e a infraestrutura. Disse ainda que vai buscar parcerias fora do Estado, com o Governo Federal e também com a iniciativa privada. “Sei conquistar essas parcerias e sei as portas em que bater”, completou.

No debate da TV Tropical, que reuniu apenas os três candidatos com partidos com representação no Congresso Nacional, Henrique se destacou pela serenidade e pela capacidade de argumentar sem cometer agressões contra seus oponentes. Saiu em defesa dos profissionais que trabalham no Hospital Walfredo Gurgel, acusado pelo candidato Robinson Faria de ser o vilão do sistema público estadual de saúde, o que obrigou o atual vice-governador do Estado a reconhecer o erro e pedir desculpas.

“É preciso ter muita responsabilidade”, disse Henrique ao defender os 1.800 profissionais que trabalham no maior hospital público da rede estadual de saúde. Ele reafirmou a prioridade de buscar parceria público-privada para construir o Hospital de Trauma de Natal para desafogar o Walfredo Gurgel e permitir que o hospital possa cumprir sua destinação histórica.

Henrique Alves também se comprometeu em implantar um programa habitacional que complemente no Estado as ações do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Relator do programa na Câmara dos Deputados, Henrique foi responsável pela extensão do programa para municípios com população abaixo de 50 mil habitantes.

Também no debate, Henrique lembrou o trabalho que realizou para viabilizar a construção da Barragem de Oiticica, em Jucurutu, um sonho acalentado pela região do Seridó há mais de 50 anos e defendeu uma política de industrialização que garanta o desenvolvimento das diversões regiões do Estado.

Lembrou que é detentor de 11 mandatos de deputado federal, concedidos mediante julgamento popular, porque tem agido com responsabilidade e maturidade.  “Sou eleito com os votos que recebo, mas passada a eleição sou deputado federal do Rio Grande do Norte”, disse o parlamentar e candidato a governador para lembrar que apoiou os pleitos apresentados por governadores e prefeitos que pediram a sua intervenção em favor do interesse da população potiguar.

ROBINSON
Sobre a participação do candidato Robinson Faria no debate da TV Tropical, sua assessoria informou que ele apresentou as propostas da coligação Liderados pelo Povo e falou sobre política. “Estamos vivendo um momento histórico no Rio Grande do Norte” – destacou.

Ainda de acordo com a assessoria, depois de falar sobre os projetos para a saúde, educação, segurança e serviços públicos, o candidato afirmou: “Na saúde, vamos reestruturas os hospitais regionais, construir um novo Hospital de Traumas e Centros de Diagnósticos em Natal e Mossoró”.

Robinson criticou adversários e prometeu priorizar a segurança: “Vamos implantar a Polícia de Proximidade e garantir mais segurança para a população. O Ronda do Quarteirão será um dos projetos da segurança, que coloca policiais nas ruas”.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *