PENDÊNCIAS RN- Juíza suspende divulgação da pesquisa do Instituto SETA que apontava Gustavo como favorito


pendencias-pesquisa-1

As pesquisas realizadas pelo Instituto Seta já foram suspensas pela Justiça Eleitoral nas cidades de Macau, Assu, Caicó e agora em Pendências.

O jurídico da campanha de Fernandinho, Dr. Servulo Nogueira, conseguiu na Justiça a suspensão imediata da divulgação dos dados da pesquisa feita pelo Instituto Seta (nº 09733/2016) que apontava Gustavo Queiroz (PSD) como favorito a sucessão ao executivo municipal.

O pedido do advogado Dr Sérvulo Nogueira foi baseado na Resolução  do TSE 23.453/2015 que em seu Artigo 3 diz que a partir de 18 de agosto de 2016, o nome de todos aqueles que tenham solicitado registro de candidaturas deverá constar das pesquisas realizadas, mediante a apresentação da relação de candidatos ao entrevista. E na Pesquisa não constava o nome do candidato a prefeito pelo PSOL, Cláudio Guimarães, que está com Apto no sistema de Divulgação de Candidaturas do TSE, mas com recurso a ser apreciado.

Para a magistrada da 47º Zona Eleitoral da Comarca de Pendências, “se a divulgação da pesquisa for feita como foi realizada passará dados que não correspondem com à realidade do momento das entrevistas, podendo trazer prejuízos a candidatos”, diz a Dra Maria Cristina Menezes de Paiva Viana em sua Decisão. Por isso, determinou a imediata suspensão da divulgação do resultado da pesquisa sob pena de multa no valor de R$ 20 mil.
O renomado advogado Dr Sérvulo Nogueira
PENDÊNCIAS RN- Juíza suspende divulgação da pesquisa do Instituto SETA que apontava Gustavo como favorito
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *