A PALAVRA DO DIA-É possível Deus nos dar algo e depois tirar devido os nossos erros?


Postado por Presbítero André Sanchez, em #VocêPergunta | Imprimir Imprimir
Antes de você ler o estudo, responda a uma pergunta rápida: Você quer estudar a Bíblia com o presbítero André Sanchez de Gênesis a Apocalipse, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas, de seu computador, tablet ou celular? Clique aqui e saiba comoVocê Pergunta: Estou muito desesperado. Tenho cometido muitos pecados ultimamente e tenho muito medo que Deus tire tudo aquilo de bom que Ele me deu até hoje. Será que Deus pode tirar algo que nos deu por causa dos nossos erros? Ou ele é misericordioso e não nos tira aquilo que já nos deu?

É possível Deus nos dar algo e depois tirar devido os nossos erros?

Caro leitor, existe um ditado popular muito famoso que diz: “o que é para ser nosso ninguém tira”. Esse ditado não representa bem a realidade. Infelizmente muitas pessoas acreditam que os seus atos errados não têm consequências e, muitas vezes, vivem vidas longe de Deus acreditando que não irão colher nada desse mau comportamento que mantém. É importante saber que as coisas não são bem assim. Existem sim as consequências de nossos atos e existem também bons exemplos na Bíblia que nos ensinam a sermos tementes a Deus e não zombar Dele. Vamos, então, a resposta das suas perguntas:

(1) Percebi pelas suas palavras que você parece mais preocupado com perder coisas que Deus te deu do que em mudar seu comportamento. Veja bem, o mais importante você já tem perdido, que é estar em paz com Deus e fazer a vontade Dele. O pecado te tira bem mais do que coisas materiais. Você precisa ter isso em mente. A única forma de quebrar esse ciclo é arrependendo-se e buscando agir de forma diferente na sua vida.

(2) Mas e as consequências dos meus atos, Deus vai me livras delas? Nem sempre. É fato que não recebemos “na pele” 100% das consequências de nossos atos senão não suportaríamos. Deus realmente é muito misericordioso conosco, mas isso não invalida a Sua justiça. Imagine, por exemplo, que você decida matar uma pessoa. Talvez você venha a se arrepender desse ato insano, mas, certamente, terá de cumprir as consequências que, nesse caso, serão ser preso e pagar pelo crime. Nesse sentido vemos que podemos sim perder muitas bênçãos de Deus por causa de atos errados que cometemos.

(3) A Bíblia também mostra muitos exemplos a esse respeito. O rei Saul foi ungido rei de Israel e perdeu seu reinado pela sua constante desobediência a Deus. Sansão também é um exemplo de alguém que perdeu muita coisa por causa dos pecados. Outro exemplo interessante é o mandamento que nos manda honrar pai e mãe. Nesse mandamento contém uma promessa àqueles que são obedientes: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.” (Ex 20.12). Note que se você honra pai e mãe a bênção de ter mais dias de vida será uma realidade. O que nos leva a crer que o contrário também é verdadeiro, ou seja, desonrando pai e mãe estará diminuindo seus dias de vida, perdendo algo que Deus poderia te dar.

(4) Assim, concluo que podemos sim ter grandes perdas por causa do pecado. Essas perdas começam em nossa vida espiritual e podem atingir nossa alma e nossa vida física. Creio que um texto importante para mencionar nessa conclusão seja Gálatas 6.7: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.”

– See more at: https://www.esbocandoideias.com/2014/08/e-possivel-deus-nos-dar-algo-e-depois-tirar-devido-os-nossos-erros.html#sthash.alsFh0tU.dpuf



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.