NATAL RN -Protesto dos permissionários deixa trânsito lento nas duas pontes de Natal


141912As pontes de Igapó e Newton Navarro estão com trânsito lento após integrantes do Sindicato dos Permissionários (Sitoparn) resolverem bloquear as vias em protesto pela implantação da bilhetagem unificada. 

Adriano AbreuO grupo que já se encontrava no Baldo seguiu até a avenida Prudente de Morais e bloquearam as duas vias na altura da entrada para o viaduto do BaldoO grupo que já se encontrava no Baldo seguiu até a avenida Prudente de Morais e bloquearam as duas vias na altura da entrada para o viaduto do Baldo


De acordo com o major João Augusto, do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), dois guinchos foram encaminhados para o local e serão usados caso os permissionários bloqueiem totalmente o fluxo de veículos.

Já o grupo que já se encontrava no Baldo seguiu até a avenida Prudente de Morais e bloquearam as duas vias na altura da entrada para o viaduto do Baldo. Em seguida, caminharam até a Câmara Municipal de Natal.

Ônibus

Apesar de admitir que alguns membros da categoria participem da manifestação, o Sindicato dos Rodoviários (Sintro) nega envolvimento com o protesto. De acordo com Nastagnan Batista, presidente do Sintro, não há previsão de paralisação dos ônibus durante a movimentação.

Comércio

Minutos antes do horário previsto para início do protesto, as lojas do centro da cidade estavam abertas, porém os lojistas estavam acompanhando a situação. “Uma loja está de olho na outra. A primeira que fechar, as outras seguem fechando”, explicou Felipe Salgado, gerente da Maré Mansa.

Atualizada às 17h



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.