NATAL RN -Justiça determina bloqueio da renda de ABC x Cruzeiro


download (1)

O juiz da 6ª Vara do Trabalho de Natal da 21ª Região, julgando processo do jogador Ricardo Oliveira contra o ABC, determinou que a renda do jogo do Alvinegro contra o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil seja depositada em juízo para cumprimento de execução de processo em desfavor do clube.

A dívida trabalhista do Alvinegro em favor de seu ex-jogador é de R$ 157.584,04 e o bloqueio da renda servirá para a quitação do débito, que tem prevalência sobre outros débitos que venham a constar do clube.

O juiz do trabalho, Dilner Santos redigiu o Mandato de Bloqueio e Transferência nº 00531/14 – EXE e determinou, de forma urgente, que o Ofical de Justiça Avaliador de plantão comparecesse ao Arena das Dunas para que os responsáveis fossem notificados e cumprissem a decisão judicial. O ABC tem um prazo de até cinco dias para contestar, em forma de embargos, a decisão da justiça do trabalho.

De acordo com o processo, entre 2010 e 2011, o ABC teria assinado a carteira de trabalho do jogador com um salário estimado em R$ 1 mil. No entanto, o atleta receberia do clube R$ 23.500,00 mensais.

Dessa forma, a justiça do trabalho decidiu em favor de Ricardo Oliveira, obrigando o ABC a corrigir a carteira de trabalho do atleta, bem como pagar os valores referentes a FGTS, férias e 13º salários com cálculos sendo feitos relativos ao valor correto percebido pelo atleta à época.

Concordo que a justiça seja feita e que todos devam procurar seus direitos. Mas também fico impressionado como os atletas aceitam fácil esse tipo de acordo. O sindicato deveria ajuda-los com os contratos desde cedo, evitando esse tipo de problema.

 



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *