“Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”. (Mateus 6:33).


buscai o reino.br

por Silvana Sales

“Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”. (Mateus 6:33).

 

   Passei boa parte da minha vida entendendo este texto de maneira bem diferente do que realmente Jesus quis nos ensinar.
É impressionante como, por alguma razão que eu mesma desconheço, fazemos por tantas vezes uma leitura tão descuidada da Palavra de Deus. E tantas outras que costumamos omitir ou acrescentar  por descuido, negligência. ou quem sabe até, por orgulho.
Quantas vezes já ouvi mensagens, canções ou até mesmo palavras individuais com uma interpretação quase que unânime deste texto da seguinte maneira: “buscai primeiro o reino de Deus e todas as coisas vos serão acrescentadas”… Mas não é isso que o texto nos diz.
Lendo cuidadosamente o contexto, vemos Jesus falando claramente de alimentos, vestes e do cuidado que Deus dispensa a todas as coisas criadas. Sua maravilhosa provisão vai desde os pardais, lírios do campo, até a coroa da sua criação: os homens.
Daí a ordem: Busquem em primeiro e creio, em único lugar o seu Reino e todas essas coisas nos serão acrescentadas. Percebi como uma só palavra faz toda a diferença. Jesus não nos fala “todas as coisas”, mas todas “essas coisas”. A que coisas Jesus se refere? Obviamente ao que vinha falando anteriormente: vestes, alimento, enfim, sua maravilhosa provisão.
Jesus nunca nos prometeu coisas do tipo carro, casa, casamento… Jesus nos prometeu cuidar de nós, e dar-nos aquilo que é necessário para sobrevivermos. Paulo estava absolutamente cônscio disso quando escreveu a Timóteo: “tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes” (1ª Timóteo 6:8).
É lamentável a barganha que se faz hoje com base nesse versículo tão simples e maravilhoso. Vemos uma espécie de “conselho” a descrentes e até aos novos na fé: “busquem o reino de Deus e todas as coisas serão acrescentadas” e é óbvio que quem assim  fala, pensa nesta barganha: “faça isto e ganharás aquilo …”
Hoje compreendo que tal mensagem é inaceitável por fugir da essência divina. Não é do caráter de Deus barganhar com o homem. Ele nunca nos prometeu nada daquilo que realmente precisamos: comer, vestir…
Busquemos o reino de Deus, jamais pensando em obter algo em troca. Penso que nossa função é: cuidar das coisas do Reino, e Ele certamente cuidará de nós.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.