GUAMARÉ RN-Guamaré sofre com o comércio parado e funcionários terceirizados sem pagamento


Loading...

Resultado de imagem para gif homem assustadoDesde as primeiras horas do dia que o moído é grande na cidade, a reclamação é geral nos quatro cantos do município, a população reclama da falta de pagamento a empresa Policard, responsável pela liberação do benefício a mais de 2.300 famílias que dependem do Cartão Renda Cidadã, sendo que este programa é regulamentado por Lei.

O comércio local já sente o efeito dominó com a falta da circulação na economia, pois além do cartão não ter sido liberado pela Prefeitura Municipal, administrada pela Prefeita Interina, Diva Araújo, os funcionários da empresa SS ERIELE EMPREENDIMENTOS e JMT SERVICE ameaçam parar os serviços em seus setores de trabalho, podendo aumentar ainda mais a instabilidade pública.

Em tão pouco tempo, o cartão Renda Cidadã sempre foi liberado no final do mês, e até o 5º dia útil de cada mês, as empresas prestadoras de serviços à Prefeitura Municipal, efetuavam rigorosamente o pagamento em dia de seus funcionários aquecendo a economia local.

Aqui pra gente…  A dor com a falta de dinheiro e alimento faz gemer, e o gemido já grande nas redes sociais e grupos de Whats App com a falta de pagamento, e liberação do cartão renda cidadã.

O blog tentou entrar em contato com a empresa POLICARD, SS ERIELE EMPREENDIMENTOS e JMT SERVICE, para dar uma resposta aos funcionários que nos pediram socorro através deste canal de noticias, mas nossas tentativas foram em vão.

De uma coisa é fato… A população está sentindo em vários setores a ausência da prefeitura. Muitos departamentos e secretarias ainda estão paralisados, escolas estão liberando alunos por falta de merenda e água.

Antes desta publicação ir ao ar, consultamos primeiro os setores das reclamações que chega ao portal via whats app, e comprovamos que há veracidade. O que resta, é a poder público colocar em tempo a locomotiva nos trilhos antes que a situação fique insustentável.

GUAMARÉ RN-Guamaré sofre com o comércio parado e funcionários terceirizados sem pagamento
Avalie esta postagem



Loading...

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *