FUNKEIRA É ENCONTRADA MORTA COM UM TIRO NO ROSTO APÓS BRIGA COM NAMORADO


ER7_RE_CA_FANKEIRA_MORTA_570kbps_2014-08-041911af39-33c3-448c-9572-982c2db02adf-thumb

Uma jovem de 21 anos foi encontrada morta em Guarulhos, na Grande São Paulo. Paula Naimo Gomes estava desaparecida desde o início da noite do dia 26 de julho. O corpo foi localizado pela polícia um dia depois, em uma estrada, em estado de decomposição com um tiro no rosto. No entanto, a família somente descobriu o que aconteceu com Paula na última sexta-feira, quando, depois de procurar em vários locais, parentes estiveram no IML (Instituto Médico Legal) e a reconheceram.
 Um boletim de ocorrência alertando sobre o sumiço da jovem foi registrado no 73º DP (Jaçanã). Segundo o relato dos familiares para a polícia, no dia do desaparecimento Paula estava na casa de sua avó, no bairro do Jaçanã, na Zona Norte da capital paulista. Ela teria ido para o local após uma briga com o namorado, Felipe Spínola, com quem morava há alguns meses. No fim do dia, o rapaz esteve na casa para uma reconciliação e para buscá-la. Depois disso, ela não foi mais vista. De acordo com a versão apresentada por Felipe, depois que ele e Paula chegaram à residência onde viviam, Paula teria retornado para a casa da avó para buscar uma bolsa. No entanto, a família dela está desconfiada do envolvimento do namorado na morte da moça. Ele não teria comunicado o sumiço de Paula para os parentes. Os familiares também acharam estranha a atitude de Felipe de não procurar a polícia para tentar localizá-la. Além disso, o corpo de Paula foi encontrado nas proximidades de casa, no bairro Continental. O enterro aconteceu ontem no Cemitério da Vila Nova Cachoeirinha, na Vila dos Andrade, na Zona Norte da capital. O caso está sendo investigado pelo 7º DP de Guarulhos. Ontem nenhum familiar de Paula quis conversar com a reportagem. Em caso parecido, namorado confessa crime/ O namorado da balconista Graziele Borges da Silva, de 22 anos, confessou, na noite da última quinta-feira, ter matado a jovem. O barman de 26 anos se apresentou no 73º DP (Jaçanã) acompanhado de um advogado. O nome dele não foi divulgado pela Polícia Civil. Segundo o relato dele, após uma briga do casal, ocorrida na casa do barman na cidade de Guarulhos, ele teria ficado nervoso e apertado o pescoço de Graziele. Depois de perceber a morte da namorada, ele enrolou o corpo em um cobertor e jogou de cima de um viaduto na Rodovia Fernão Dias, na altura do quilômetro 75. Na manhã da última sexta-feira, a polícia fez uma busca no local e encontrou o corpo de Graziele. O barman não está preso, já que não aconteceu flagrante. Um boletim de ocorrência por conta do desaparecimento da jovem já havia sido registrado por parentes de Graziele no 6º DP de Guarulhos. Segundo uma tia dela, a moça saiu de casa para pagar o aluguel e não foi mais vista. Ela estava desaparecida desde o último domingo. Os dois mantinham um relacionamento, contubardo, segundo parentes, de aproximadamente quatro anos. Diário SP/Vídeo R7
Poderá também gostar de:



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.