FOTOS IMAGENS-Douglas voltou para a escola em busca da namorada e acabou morto no massacre de Suzano, diz família



Segundo a família, Douglas voltou para a Escola Raul Brasil, em Suzano, durante ataque em busca da namorada — Foto: Arquivo PessoalSegundo a família, Douglas voltou para a Escola Raul Brasil, em Suzano, durante ataque em busca da namorada — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo a família, Douglas voltou para a Escola Raul Brasil, em Suzano, durante ataque em busca da namorada — Foto: Arquivo Pessoal

O estudante Douglas Murilo Celestino, de 16 anos, conseguiu sair da escola durante o massacre em Suzano quedeixou dez mortos nesta quarta-feira (13), mas voltou para ajudar a namorada Adna Bezerra, também de 16 anos. Familiares contaram a tentativa de oferecer ajuda durante o velório nesta quinta-feira (14).

Os parentes, porém, preferiram não gravar entrevista.

Douglas chegou a ser socorrido ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, mas não resistiu. O corpo dele está sendo velado em uma igreja, no Parque Maria Helena, em Suzano. Participaram familiares, amigos e curiosos.

Adna está internada na UTI do Hospital das Clínicas em São Paulo. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, seu estado é estável.

A deputada federal Katia Sastre (PR-SP) foi ao local para confortar a família. Ela disse que esteve antes no velório coletivo.

“É revoltante. Precisamos de medidas urgentes. Isso foi uma brutalidade. A escola é referência no município. O que a gente precisa melhorar é a segurança que está precária.”

Policiais protegem a entrada da Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, na Grande São Paulo. Dois criminosos encapuzados mataram oito pessoas no local e cometeram suicídio em seguida — Foto: Mauricio Sumiya/Futura Press via APPoliciais protegem a entrada da Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, na Grande São Paulo. Dois criminosos encapuzados mataram oito pessoas no local e cometeram suicídio em seguida — Foto: Mauricio Sumiya/Futura Press via AP

Policiais protegem a entrada da Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, na Grande São Paulo. Dois criminosos encapuzados mataram oito pessoas no local e cometeram suicídio em seguida — Foto: Mauricio Sumiya/Futura Press via AP

O massacre

Um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na manhã desta quarta-feira (13) e mataram sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias do colégio.

Em seguida, um dos assassinos atirou no comparsa e, então, se suicidou. Pouco antes do massacre, a dupla havia matado o proprietário de uma loja da região.

Os assassinos – Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 – eram ex-alunos do colégio.

A polícia diz que os dois tinham um “pacto” segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

Ainda não se sabe a motivação do crime. Foram feitas buscas na casa dos assassinos, e a polícia recolheu pertences dos dois. As famílias dos criminosos também foram ouvidas.

Douglas Murilo foi uma das vítimas do ataque na Escola Raul Brasil em Suzano — Foto: Arquivo PessoalDouglas Murilo foi uma das vítimas do ataque na Escola Raul Brasil em Suzano — Foto: Arquivo Pessoal

Douglas Murilo foi uma das vítimas do ataque na Escola Raul Brasil em Suzano — Foto: Arquivo Pessoal

FOTOS IMAGENS-Douglas voltou para a escola em busca da namorada e acabou morto no massacre de Suzano, diz família
Avalie esta postagem



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *