FOTOS IMAGENS-Dinheiro encontrado no ‘bunker’ de Geddel já soma R$ 8 milhões


A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira 5 a Operação Tesouro Perdido, terceira fase da Operação Cui Bono, que investiga desvios na Caixa Econômica Federal, e encontrou uma enorme quantidade de dinheiro vivo em um apartamento de Salvador que, segundo a PF, pode ter ligação com o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Filiado ao PMDB, Geddel é um dos principais aliados do presidente Michel Temer, de quem foi ministro. Durante o governo Lula, Geddel foi ministro da Integração Nacional e, na gestão Dilma Rousseff, foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa.

Leia também:
Em meio a escândalo, Geddel abandona o governo Temer

De acordo com a PF, a investigação chegou a um endereço em Salvador “que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima como ‘bunker’ para armazenagem de dinheiro em espécie.”

Ainda segundo a Polícia Federal, o dinheiro em espécie será transportado a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial.

Dinheiro
A PF afirma que todo esse dinheiro teria ligação com Geddel

 

Recomendados para você



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.