FOTOS IMAGENS-Assalto à transportadora de valores no Recife foi realizado por quadrilha interestadual, diz polícia



Criminosos usam armamento pesado em roubo no Recife

A Polícia Civil acredita que o assalto à transportadora de valores Brink’s, no Recife, na madrugada desta terça-feira (21), foi praticada por uma quadrilha de ação interestadual. Com a extensa quantidade de munições utilizadas pelos suspeitos deixadas para trás durante a fuga – apreendidas pelos policiais e apresentadas durante a tarde na sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) – o caso toma um rumo diferente das investigações criminais já realizadas em Pernambuco. (Veja vídeo acima)

“O modus operandi dessa ação é bem diferenciado dos demais que observamos aqui, mas esse tipo de atuação já foi observado em outros estados”, explica o delegado Joselito Amaral, chefe da Polícia Civil.

Durante a coletiva, as autoridades também afirmaram que, apesar da grandiosidade da ação, o principal objetivo dos criminosos – roubar o cofre com o maior montante da empresa – não foi atingido. “Eles conseguiram explodir o primeiro cofre da agência, mas o objetivo era um outro cofre, com o montante principal. Com a chegada da polícia, eles não conseguiram concluir a ação e fugiram, deixando carros e munições para trás”, explica o coronel Vanildo Maranhão, comandante da Polícia Militar de Pernambuco. Os valores roubados e visados pelo grupo não foram divulgados por motivos de segurança.

Assalto e tiroteio na Zona Oeste aterrorizam moradores de nove bairros do Recife

A polícia mostrou explosivos, carregadores, detonadores e munições de diversos calibres, capazes, inclusive, de derrubar aeronaves. Além de apreender os artefatos, a polícia também identificou uma casa de apoio utilizada pelo grupo e acredita que a perícia dos instrumentos encontrados pode levar à identificação dos autores do crime. (Veja vídeo acima)

“Nós já sabemos a base onde eles ficaram, onde muitos materiais foram apreendidos. A partir deste levantamento e da investigação, a Polícia Civil espera identificar e prender todos os envolvidos”, pontua o delegado.

Materiais apreendidos vão passar por perícia do Instituto de Criminalística (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Materiais apreendidos vão passar por perícia do Instituto de Criminalística (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Materiais apreendidos vão passar por perícia do Instituto de Criminalística (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Entenda a ação

De acordo com o chefe da PM, a ação teve início por volta das 3h desta terça (21). “Dois caminhões passaram pela Avenida Recife em direção à sede da empresa e, do outro lado, já próximo à Brink’s, havia uma blitz do Batalhão de Trânsito. Os criminosos passaram na via contrária, desembarcaram num local próximo ao alvo e fizeram um perímetro de segurança na empresa”, explica.

Após a chegada, um grupo armado realizou a primeira explosão para conseguir entrar no local e, em seguida, explodiu o primeiro cofre de segurança. “A equipe da blitz era composta por dez policiais, armados apenas com pistolas, e por isso pediram reforços para outras companhias policiais”, conta Maranhão. Ao todo, 138 homens estiveram envolvidos na repressão aos criminosos. Com a chegada dos policiais, os suspeitos, ainda não quantificados pela polícia, não conseguiram explodir o segundo cofre e fugiram.

Chefes das polícias Militar e Civil de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão e delegado Joselito Amaral, mostram carregadores de armas durante a coletiva (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Chefes das polícias Militar e Civil de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão e delegado Joselito Amaral, mostram carregadores de armas durante a coletiva (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Chefes das polícias Militar e Civil de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão e delegado Joselito Amaral, mostram carregadores de armas durante a coletiva (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Durante a fuga, o grupo deixou para trás os materiais que seriam utilizados na ação. Entre os objetos encontrados pela polícia estão munições para pistolas e para fuzis de uso restrito a policiais. “As munições para fuzil podem atingir uma distância de até três quilômetros a partir do local de disparo”, explica o coronel Vanildo Maranhão. Ainda foram recolhidas máscaras de oxigênio, coletes à prova de balas e roupas semelhantes ao fardamento utilizado pela Polícia Federal.

De acordo com a Polícia Civil, os materiais foram apreendidos em carros encontrados no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife, e nas proximidades da Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, dentro de um clube da PM utilizado para a prática de tiros.

Os materiais foram encaminhados ao Instituto de Criminalística e passarão por perícia. “Nós recebemos uma grande quantidade de materiais e não temos como dar um prazo para o fim dessa análise, porque são produtos de diversas naturezas”, comenta Sandra Santos, chefe da Polícia Científica.

Governador de PE diz que cobrará do governo federal auxílio para combater crime no estado

Governador

Na noite desta terça-feira (21), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, disse que não pode admitir que ações como essa voltem a acontecer no Estado e que se faz necessário dar respostas rápidas e emergenciais à população. (Veja vídeo acima)

“Nós já víamos acontecer fatos semelhantes como esse em outros estados, mas aqui em Pernambuco temos que dar respostas mais rápidas e mais emergenciais, porque a população está sofrendo e a população de bem não pode sofrer. A gente tem que atuar decisivamente como a polícia vem atuando, combater esses grupos profissionais que entraram e fizeram ações com armas contrabandeadas, com explosivos que não podem estar com eles, que são de uso privativo e de controle do Exército”, afirmou.

O governador disse, também, que vai cobrar do governo federal para que auxilie na ação de combate ao crime no Estado. “Vamos cobrar ações rápidas por parte do governo federal, porque é fundamental que se evite o contrabando de armas, evite o contrabando de explosivos e procure realmente proteger essas fronteiras para a gente não ter ações como essas que tivemos hoje aqui em Pernambuco”, completou.

Brink’s

Em nota enviada à imprensa, a Brink’s afirma que “por questões de segurança e andamento das investigações, o valor não será declarado pela companhia”. A empresa também informou que nenhum colaborador da empresa ficou ferido durante o ocorrido.

ABTV

Através de nota, a Associação Brasileira das Empresas de Transporte de Valores (ABTV) afirma que vem alertando as autoridades que esse tipo de crime vai além das fronteiras estaduais. Ainda no texto, a associação afirma que as quadrilhas atuam com “equipamentos cujo combate está além da capacidade permitida às empresas para se protegerem”. De acordo com a ABTV, as empresas passam por rígida fiscalização da Polícia Federal e têm tecnologia e procedimentos do mais alto nível comparado aos outros países.

Máscaras de oxigênio deixadas pelos criminosos foram apreendidas e passarão por perícia (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Máscaras de oxigênio deixadas pelos criminosos foram apreendidas e passarão por perícia (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Máscaras de oxigênio deixadas pelos criminosos foram apreendidas e passarão por perícia (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

FOTOS IMAGENS-Assalto à transportadora de valores no Recife foi realizado por quadrilha interestadual, diz polícia
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *