BRASIL-Fraudes em contratações geram 115 denúncias em dois dias, diz CGU


Fraudes em contratações geram 115 denúncias em dois dias, diz CGU

 dias, diz CGU

Ministro Walter Rosário afirmou que a Corregedoria agirá de forma “implacável” em parceria com a Polícia Federal contra casos de corrupção

 A- A+
Ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário

Ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário

Valter Campanato/Agência Brasil – 18.12.2018

O ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, afirmou nesta quinta-feira (23) que nos últimos dois dias foram registradas 115 denúncias de fraude em contratações, de um total de 170 relacionadas à pandemia do novo coronavírus em todo o país. A CGU já havia recebido 2.200 denúncias desde o início da pandemia.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

O ministro atribui o aumento das denúncias referentes à fraude em contratações à chegada dos recursos transferidos pela União a estados e municípios para lidar com a pandemia. ”Justamente o período em que o dinheiro começou a chegar na ponta. As aquisições iniciaram, e aí iniciam as denúncias“, declarou. O ministro afirmou que a CGU está atenta ao uso dos recursos públicos. “Que os corruptos que estejam a postos abram o olho porque nós vamos tger uma atuação implacável”, disse Rosário, afirmando que CGU agirá em parceria com a Polícia Federal.

Publicidade

Fechar anúncio

A primeira operação da CGU em parceria com a PF, chamada Alquimia, foi deflagrada nesta quinta-feira (23) na Paraíba. O ministro afirmou que novas operações de combate à corrupção já foram planejadas.

Rosário negou que a antecipação do pagamento da segunda parcela do auxílio-emergencial de R$ 600 tenha sido adiada para evitar casos de corrupção. Segundo ele, a CGU orientou que o governo agisse com cautela frente à uma procura acima da expectativa inicial.

00:10/00:40R7 – Notícias



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.