BAHIA BA-A Polícia Federal deflagrou uma operação na Bahia contra esquema de venda de decisões judiciais e dois juízes e quatro desembargadores foram afastados. Um dos desembargadores afastados é o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Gesivaldo Britto.


19 de novembro de 2019 às 9:44

Presidente do TJ da Bahia, desembargadores e juízes são afastados em operação da Polícia Federal[0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Federal deflagrou uma operação na Bahia contra esquema de venda de decisões judiciais e dois juízes e quatro desembargadores foram afastados.

Um dos desembargadores afastados é o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Gesivaldo Britto.

Os nomes dos outros envolvidos não foram divulgados.

Foram 4 quatro mandados de prisão e 40 de busca e apreensão a serem cumpridos em 4 cidades baianas e em Brasília.

Segundo a PF, a operação tem como objetivo combater um suposto esquema de venda de decisões judiciais, além de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

O Ministério Público Federal apontou que, além dos desembargadores e juízes, integram a organização criminosa advogados e produtores rurais que, juntos, atuavam na venda de decisões para legitimar terras no oeste baiano.

O esquema envolve ainda o uso de laranjas e empresas para dissimular os benefícios obtidos ilicitamente.

A suspeita é de que a área objeto de grilagem supere 360 mil hectares e que o grupo envolvido na dinâmica ilícita movimentou quantias bilionárias



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.