ASSU RN-divulgação de uma pesquisa de intenção de voto elaborada pela Certus


2016-09-23-3

A juíza da 29ª Zona Eleitoral, Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas, suspendeu na noite desta quinta-feira (22) a divulgação de uma pesquisa de intenção de voto elaborada pela Certus Pesquisa e Consultoria e registrada pelo grupo oposicionista na cidade do Assú, que tem como candidato a prefeito o Dr. Gustavo Soares (PR). A amostragem que seria apresentada ao eleitorado nesta sexta-feira (23) foi suspensa em razão de suspeitas de manipulação e adulteração dos dados.
A pesquisa foi registrada sob o nº 1843/2016 e contratada pelo Sr. Judson Alves da Silva, empresário e militante da “Coligação Unidos pela Mudança”, grupo que forma o bloco oposicionista que disputa o pleito eleitoral em Assú. As suspeitas de irregularidades surgiram a partir de diálogos difundidos em grupos de WhatsApp desde o início desta semana. As conversas indicariam possível manipulação dos resultados obtidos na pesquisa.
Em um dos diálogos, um suposto advogado da coligação oposicionista afirma que o Sr. Judson contratou uma pesquisa e sugere no diálogo uma possível manipulação dos dados coletados na amostragem em benefício do candidato Dr. Gustavo. “A gente registrou uma pesquisa… na verdade não foi a gente não, contrataram uma pesquisa, foi Judson, e vai ser divulgada, no caso, na sexta-feira. Aí eles estão com medo de ficar a diferença muito grande e colocaram o doutor na frente pouca coisa”, revelou o suposto advogado.
Na representação eleitoral feita pela Coligação Assú Avançando, que também disputa o pleito eleitoral na cidade, com o candidato a prefeito Patrício Júnior (PSD), o bloco da situação também questiona a estranheza causada pelo fato da margem de erro da pesquisa Certus ser de 3,5%, menor que a margem de erro da pesquisa divulgada na última segunda-feira (19) pela Consult em parceria com a 98 FM e o Novo Jornal, com registro nº 3600/2016, que teve margem de 4,4% e contou com 500 entrevistados.
A estranheza parte do entendimento de que, quanto maior a amostra pesquisada, menor a margem de erro. No entanto, a pesquisa Certus que seria divulgada nesta sexta-feira contou com 400 entrevistados e teve margem de erro de 3,5%, ou seja, menor que a margem da pesquisa Consult, que teve 500 entrevistados.
Diante da suspensão temporária da divulgação ocasionada pela decisão judicial, a Certus Pesquisa e Consultoria e o Sr. Judson Alves dispõem de um prazo de 48 horas para se manifestarem nos autos e apresentarem defesa. O descumprimento da decisão acarretará na aplicação de multa no valor de R$ 100 mil a ser imputada ao responsável pelo descumprimento.
Postado por VT
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *