A PALAVRA DO DIA-O CENSO DOS HOMENS DE GUERRA.


0

Números 1: 1-54 – O CENSO DOS HOMENS DE GUERRA.

Números começa com a palavra “e falou”, em hebraico, waidabbêr (וַיְדַבֵּ֨ר). No entanto a palavra que deu origem ao nome não vem da primeira palavra, mas da quinta, neste livro e ela significa “no deserto” בְּמִדְבַּ֥ר (Bemidbar = no deserto, 5ª palavra).

O fato é que Deus continua falando… O primeiro capítulo termina dizendo depois do censo realizado assim fizeram os filhos de Israel; conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés, assim o fizeram. Que bom que tenha este começo abençoado quando primeiro Deus fala, e depois o povo faz exatamente como fora instruído.

Ainda com relação ao nome do livro, o nome “Números” veio da tradução da Septuaginta do hebraico para o grego quando os títulos ganharam nomes gregos. E a palavra adotada para este livro foi aquela que descreve apenas as listas dos homens de guerra: “arithmoi” ou “números”.

Moisés e o povo que Deus libertou usando Moisés ainda estavam no deserto. Ainda não tinha havido a expiação da terra que estavam caminhando para conquistar sob a palavra de Deus, mas logo haverá.

Moisés escreve este livro – não entraremos no mérito da autoria pelo fato de a estarmos pressupondo – com o propósito de conclamar a segunda geração do êxodo a servir a Deus como seu exército santo na conquista da Terra Prometida evitando-se os erros do passado e permanecendo fiéis aos preceitos de Deus.

Algumas verdades encontradas em Números:

  1. Deus preparou o seu povo plenamente para servi-lo e ser bem-sucedido na conquista da Terra Prometida. Os membros da primeira geração fracassaram porque foram ingratos para com a graça que Deus havia lhes demonstrado e temeram o poder dos cananeus.
  2. Deus levantou outra geração para conquistar a Terra Prometida; mas, para que fossem bem sucedidos, eles também teriam de ser fiéis ao Senhor. (BEG)

Irei seguir o desenvolvimento proposto pela Bíblia de Estudo de Genebra – BEG no desenvolvimento de minhas reflexões em todos os capítulos de Números para nos servir de guia a fim de não cairmos na tentação de querer acrescentar coisas às narrativas abençoadas de Números.

Didaticamente, seguindo a BEG, dividiremos o livro de Números em três principais partes:

  1. A preparação do exército da primeira geração – vs 1:1 a 9:14.
  2. A marcha fracassada do exército da primeira geração – vs 9:15 a 25:18.
  3. A preparação do exército da segunda geração – vs 26:1 ao 36:13.

Na primeira parte, dividiremos o tema em duas subpartes: 1. O censo e a organização do exército – vs 1:1 a 4:49. 2. O tabernáculo central – vs 5:1 a 9:14.

O primeiro capítulo que segmentaremos falara do censo dos homens de guerra, depois no capítulo 2, veremos as ordens das tribos distribuídas ao redor do tabernáculo e no capítulo 3, o número e os deveres dos levitas.

Como foi o censo dos homens de guerra?

Lembremos que ali, naquele meio, estava o portador da semente messiânica que iria gerar, no futuro, o Messias, o Cristo Jesus, que salvaria o homem dos seus pecados. Jamais podemos perder de vista o foco nessa semente na qual toda a história gira em redor e ao redor.

O foco de tudo é Cristo e é para onde aponta as Escrituras e com Números não será diferente. Encontraremos Cristo aqui neste livro nas batalhas da fé, na obediência e fidelidade de alguns, na novilha vermelha, na água da rocha, na serpente de bronze, nas conquistas, na centralidade do tabernáculo que aponta para a centralidade de Cristo Jesus.

Perder este foco é cair em divagações e conhecimentos que somente enfatuam nossas mentes e corações.

É necessário prestarmos atenção nos detalhes e analisá-los de forma a entendermos todas as questões principais. Deus é vida e quer gerar vida. Deus é santo e exige santidade. Deus é justo e não pode abrir mão dela. Deus é amor e quer se relacionar com sua criatura. A criatura, o homem, é pecador, falho, injusto, está morto em seus delitos e caminha a passos largos para o seu fim triste.

Aos poucos, iremos comentando e meditando na linda palavra de Deus que a cada dia me apaixono mais e mais por entender que se trata de algo vindo não deste mundo nem da mente de qualquer humano, mas do ser perfeito: Deus Pai! Cristo Jesus! O Espírito Santo!

Respondendo à pergunta de como foi o censo, ele foi feito exatamente como pedido por Deus. Quem pediu, pois, o censo foi Deus. Quem executou, o fez exatamente como foi pedido. Assim fosse tudo o que Deus tivesse nos pedido desde o início.

Nm 1:1 Falou mais o SENHOR a Moisés no deserto de Sinai,               

                na tenda da congregação, no primeiro dia do segundo mês,

                no segundo ano da sua saída da terra do Egito, dizendo:

Nm 1:2 Tomai a soma de toda a congregação dos filhos de Israel,

                segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais,

                conforme o número dos nomes de todo o homem, cabeça por cabeça; Nm 1:3 Da idade de vinte anos para cima, todos os que em Israel

                podem sair à guerra, a estes contareis segundo os seus exércitos,

                               tu e Arão.

Nm 1:4 Estará convosco, de cada tribo, um homem

                que seja cabeça da casa de seus pais.

Nm 1:5 Estes, pois, são os nomes dos homens que estarão convosco:

                De Rúben, Elizur, filho de Sedeur;

                Nm 1:6 De Simeão, Selumiel, filho de Zurisadai;

                Nm 1:7 De Judá, Naasson, filho de Aminadabe;

                Nm 1:8 De Issacar, Natanael, filho de Zuar;

                Nm 1:9 De Zebulom, Eliabe, filho de Helom;

                Nm 1:10 Dos filhos de José:

                               De Efraim, Elisama, filho de Amiúde;

                               de Manassés, Gamaliel, filho de Pedazur;

                Nm 1:11 De Benjamim, Abidã, filho de Gideoni;

                Nm 1:12 De Dã, Aieser, filho de Amisadai;

                Nm 1:13 De Aser, Pagiel, filho de Ocrã;

                Nm 1:14 De Gade, Eliasafe, filho de Deuel;

                Nm 1:15 De Naftali, Aira, filho de Enã.

Nm 1:16 Estes foram os chamados da congregação,

                os príncipes das tribos de seus pais, os cabeças dos milhares de Israel. Nm 1:17 Então tomaram Moisés e Arão a estes homens,

                que foram declarados pelos seus nomes,

                               Nm 1:18 E reuniram toda a congregação

                                               no primeiro dia do mês segundo,

                               e declararam a sua descendência segundo as suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes dos de vinte anos                             para cima, cabeça por cabeça;

Nm 1:19 Como o SENHOR ordenara a Moisés,

                assim os contou no deserto de Sinai.

Nm 1:20 Foram, pois, os filhos de Rúben, o primogênito de Israel,

                as suas gerações, pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais,

                pelo número dos nomes, cabeça por cabeça,

                               todo o homem de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:21 Foram contados deles, da tribo de Rúben,

                               quarenta e seis mil e quinhentos.

Nm 1:22 Dos filhos de Simeão, as suas gerações pelas suas famílias,

                segundo a casa dos seus pais; os seus contados,

                               pelo número dos nomes, cabeça por cabeça,

                                               todo o homem de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:23 Foram contados deles, da tribo de Simeão,

                               cinqüenta e nove mil e trezentos.

Nm 1:24 Dos filhos de Gade, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                dos de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:25 Foram contados deles, da tribo de Gade,

                               quarenta e cinco mil e seiscentos e cinqüenta.

Nm 1:26 Dos filhos de Judá, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais; pelo número dos nomes

                dos de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:27 Foram contados deles, da tribo de Judá,

                               setenta e quatro mil e seiscentos.

Nm 1:28 Dos filhos de Issacar, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                dos de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:29 Foram contados deles da tribo de Issacar,

                               cinqüenta e quatro mil e quatrocentos.

Nm 1:30 Dos filhos de Zebulom, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                dos de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:31 Foram contados deles, da tribo de Zebulom,

                               cinqüenta e sete mil e quatrocentos.

Nm 1:32 Dos filhos de José, dos filhos de Efraim, as suas gerações,

                pelas suas famílias, segundo a casa de seus pais,

                pelo número dos nomes dos de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:33 Foram contados deles, da tribo de Efraim,

                               quarenta mil e quinhentos.

Nm 1:34 Dos filhos de Manassés, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                               dos de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:35 Foram contados deles, da tribo de Manassés,

                               trinta e dois mil e duzentos.

Nm 1:36 Dos filhos de Benjamim, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                               dos de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:37 Foram contados deles, da tribo de Benjamim,

                               trinta e cinco mil e quatrocentos.

Nm 1:38 Dos filhos de Dã, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                               dos de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:39 Foram contados deles, da tribo de Dã,

                               sessenta e dois mil e setecentos.

Nm 1:40 Dos filhos de Aser, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                               dos de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:41 Foram contados deles, da tribo de Aser,

                               quarenta e um mil e quinhentos.

Nm 1:42 Dos filhos de Naftali, as suas gerações, pelas suas famílias,

                segundo a casa de seus pais, pelo número dos nomes

                               dos de vinte anos para cima,

                                               todos os que podiam sair à guerra,

                Nm 1:43 Foram contados deles, da tribo de Naftali,

                               cinqüenta e três mil e quatrocentos.

Nm 1:44 Estes foram os contados,

                que contaram Moisés e Arão, e os príncipes de Israel, doze homens,

                               cada um era pela casa de seus pais.

Nm 1:45 Assim foram todos os contados dos filhos de Israel,

                segundo a casa de seus pais, de vinte anos para cima,

                               todos os que podiam sair à guerra em Israel;

                Nm 1:46 Todos os contados eram

                               seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta.

Nm 1:47 Mas os levitas, segundo a tribo de seus pais,

                não foram contados entre eles,

Nm 1:48 Porquanto o SENHOR tinha falado a Moisés, dizendo:

                Nm 1:49 Porém não contarás a tribo de Levi,

                               nem tomarás a soma deles entre os filhos de Israel;

                Nm 1:50 Mas tu põe os levitas sobre o tabernáculo do testemunho,

                e sobre todos os seus utensílios, e sobre tudo o que pertence a ele;

                               eles levarão o tabernáculo e todos os seus utensílios;

                e eles o administrarão, e acampar-se-ão ao redor do tabernáculo.

Nm 1:51 E, quando o tabernáculo partir,

                os levitas o desarmarão;

e, quando o tabernáculo se houver de assentar no arraial,

                os levitas o armarão; e o estranho que se chegar morrerá.

Nm 1:52 E os filhos de Israel armarão as suas tendas,

                cada um no seu esquadrão, e cada um junto à sua bandeira,

                               segundo os seus exércitos.

                Nm 1:53 Mas os levitas armarão as suas tendas

                               ao redor do tabernáculo do testemunho,

                                               para que não haja indignação sobre a congregação

                               dos filhos de Israel, pelo que os levitas terão o cuidado

                                               da guarda do tabernáculo do testemunho.

Nm 1:54 Assim fizeram os filhos de Israel;

                conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés,

                               assim o fizeram.

Se nos atentarmos para a exata conta dos israelitas, os números mostrados dos apenas jovens de 20 anos para cima, revelariam uma população muito grande de mais de dois milhões de pessoas.

Números começa – Nm 1:1 – exatamente treze meses depois do êxodo do Egito e relata os acontecimentos ocorridos ao longo de 39 anos. Seus principais temas são a misericórdia e a fidelidade de Deus, apesar de “nós”,  o poder soberano de Deus em realizar seus propósitos e a responsabilidade do povo de Deus de ser fiel ao chamado que ele lhe fez.

Que Deus nos direcione nessa aventura cheia de desafios e mistérios com a promessa de Deus de sermos vitoriosos ao final.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.