A PALAVRA DO DIA-João 7 Estudo: Jesus, A Água da Vida


João 7 Estudo: Jesus, A Água da Vida

João 7 Estudo: Jesus, A Água da Vida

Em João 7, percebemos que as pessoas começam a reagir ao ensino, a postura e as declarações de Jesus. Elas começam a sentir que Ele é diferente. Suas palavras são marcantes e poderosas, a ponto de que os guardas enviados para prendê-lo, não conseguirem de tão maravilhados que ficaram com Jesus.

De fato, o Filho de Deus se entregou por nós porque ninguém seria capaz de detê-lo.

Aqui, Jesus declara que é água da vida. A água que nos sacia e fecha as brechas do vazio humano. O Senhor é o que nos torna satisfeitos e antes de entregar sua vida em sacrifício, Ele viveu uma vida de serviço e devoção a humanidade.

Notar que as pessoas que se maravilharam com ele neste capítulo, são as mesma que pedem sua morte é confuso.

Isso deve nos fazer refletir sobre nossas posições. A quem buscamos agradar?

Quando foi exigido posicionamento de fé em relação a Jesus, as pessoas seguiram a maioria, não refletiram de maneira independente sobre quem é Jesus. Porque se o fizessem, não teriam apoiado sua crucificação.

Esboço de João 7:

7.1 – 9: Os irmãos de Jesus o criticam

7.10 – 13: A repercussão do ministério de Jesus

7.14 – 24: As pessoas se maravilham com o ensino de Jesus

7.25 – 31: A multidão reconhece a autoridade de Jesus

7.32 – 36: As autoridades religiosas tentam prender Jesus

7.37 – 39: Jesus é a água da vida

7.40 – 53: “Ninguém nunca falou como Ele”

João 7.1 – 9: Os irmãos de Jesus o criticam

1 Depois disso Jesus percorreu a Galiléia, mantendo-se deliberadamente longe da Judéia, porque ali os judeus procuravam tirar-lhe a vida.

2 Mas, ao se aproximar a festa judaica das cabanas,

3 os irmãos de Jesus lhe disseram: Você deve sair daqui e ir para a Judéia, para que os seus discípulos possam ver as obras que você faz.

4 Ninguém que deseja ser reconhecido publicamente age em segredo. Visto que você está fazendo estas coisas, mostre-se ao mundo.

5 Pois nem os seus irmãos criam nele.

6 Então Jesus lhes disse: Para mim ainda não chegou o tempo certo; para vocês qualquer tempo é certo.

7 O mundo não pode odiá-los, mas a mim odeia porque dou testemunho de que o que ele faz é mau.

8 Vão vocês à festa; eu ainda não subirei a esta festa, porque para mim ainda não chegou o tempo apropriado.

9 Tendo dito isso, permaneceu na Galiléia.

João 7.10 – 13: A repercussão do ministério de Jesus

10 Contudo, depois que os seus irmãos subiram para a festa, ele também subiu, não abertamente, mas em segredo.

11 Na festa os judeus o estavam esperando e perguntavam: “Onde está aquele homem?”

12 Entre a multidão havia muitos boatos a respeito dele. Alguns diziam: “É um bom homem”. Outros respondiam: “Não, ele está enganando o povo”.

13 Mas ninguém falava dele em público, por medo dos judeus.

João 7.14 – 24: As pessoas se maravilham com o ensino de Jesus

14 Quando a festa estava na metade, Jesus subiu ao templo e começou a ensinar.

15 Os judeus ficaram admirados e perguntaram: “Como foi que este homem adquiriu tanta instrução, sem ter estudado?”

16 Jesus respondeu: O meu ensino não é de mim mesmo. Vem daquele que me enviou.

17 Se alguém decidir fazer a vontade de Deus, descobrirá se o meu ensino vem de Deus ou se falo por mim mesmo.

18 Aquele que fala por si mesmo busca a sua própria glória, mas aquele que busca a glória de quem o enviou, este é verdadeiro; não há nada de falso a seu respeito.

19 Moisés não lhes deu a Lei? No entanto, nenhum de vocês lhe obedece. Por que vocês procuram matar-me?

FAÇA PARTE DA NOSSA COMUNIDADE ONLINE E TENHA ACESSO A CONTEÚDO EXCLUSIVO.

20 “Você está endemoninhado”, respondeu a multidão



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.