NATAL RN-UPA Pajuçara, na Zona Norte de Natal, encerra ala de pediatria e moradores da região lamentam



Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pajuçara, em Natal, Zona Norte de Natal — Foto: Sara Cardoso/Inter TV Cabugi

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pajuçara, em Natal, Zona Norte de Natal — Foto: Sara Cardoso/Inter TV Cabugi

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Pajuçara, na Zona Norte de Natal, amanheceu nesta segunda-feira (1º) sem oferecer mais atendimentos pediátricos. A medida era prevista e foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) no dia 20 de outubro.

Alguns moradores da região, no entanto, foram pegos de surpresa com a saída da ala pediátrica e lamentaram que o local não ofereça mais o serviço. Muitos deles alegaram que não tem condições de irem a outra UPA – o serviço oferecido na Zona Norte agora será centralizado na UPA Potengi.

Esse é o caso da dona de casa Josiane Vieira, que levou a filha de 11 anos, Ana Vitória, para ser atendida e soube da novidade apenas na porta da UPA e decidiu voltar para casa mesmo com a filha doente.

“Eu só vim, bem dizer, com o dinheiro da passagem. Eu vou para casa”, lamentou.

A dona de casa Lucimara Alves também não conseguiu que o filho de 24 dias fosse atendido na unidade. “Eu não sabia que estava tendo essa falta de médico, até porque meu filho tem 24 dias, está precisando tomar medicamento, e eu não sei o que dá a ele. Ele é pequenininho e não sei o que fazer”, lamentou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a mudança no fluxo acontece para otimizar as escalas, já que, segundo a SMS, há uma dificuldade de encontrar profissionais com a especialidade em pediatria, “em razão de diversos fatores, entre eles agressões sofridas durante os atendimentos clínicos, conforme relatado pela empresa contratada em reunião com a SMS”.

Moradores já haviam protestado contra o fechamento da ala pediátrica após a medida ser anunciada pela SMS.

Mudanças no atendimento

 

As mudanças no fluxo de atendimento foram anunciadas no dia 20 de outubro. Moradores da Zona Norte inclusive já estavam denunciando que a UPA Pajuçara não estava mais atendendo crianças naquela altura.

No novo fluxo, a SMS confirmou que a UPA não vai mais oferecer atendimentos pediátricos – todos da Zona Norte serão na UPA Potengi.

Segundo a secretaria, os atendimentos pediátricos na rede pública da capital serão: na Zona Oeste, na UPA da Cidade da Esperança; na Zona Sul, na UPA da Cidade Satélite; na Zona Norte, na UPA Potengi; e na Zona Leste, no Pronto Socorro Infantil de Brasília Teimosa e na Unidade Mista de Mãe Luiza.

De acordo com a pasta, a mudança no fluxo acontece para otimizar as escalas, já que, segundo a SMS, há uma dificuldade de encontrar profissionais com a especialidade em pediatria, “em razão de diversos fatores, entre eles agressões sofridas durante os atendimentos clínicos, conforme relatado pela empresa contratada em reunião com a SMS”.

Além dos serviços citados, as escalas devem contemplar ainda as necessidades do Hospital Municipal de Pediatria Nivaldo Sereno Júnior e das Maternidades Araken Irerê Pinto e Leide Morais

Vídeos mais assistidos do g1 RN

 

50 vídeosCiclista se joga em carro para simular acidente durante protesto em ParnamirimPRF usa spray de pimenta para tentar liberar BR-101 em Parnamirim, RNTropa de Choque da PRF encerra bloqueio na BR-101 em Parnamirim

Veja também

Profissão Repórter

Profissão Repórter flagra suspeita de assédio eleitoral em Coronel Sapucaia (MS)

Caco Barcellos registrou reunião onde beneficiários do Auxílio Brasil foram convocados, segundo moradores que aceitaram falar, para serem pressionados a votar em Jair Bolsonaro. Após entrevistas, nossa equipe foi alertada a deixar a cidade.

1 de nov de 2022 às 23:45

PróximoComandante-geral da PM do Paraná diz que ‘prevaricou’
Mais do G1
Rate this post



Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.