Natal RN; PF apreende 277 quilos de maconha e 17 de crack na Grande Natal


droga_apreendida_em_extremoz1

A Polícia Federal no Rio Grande do Norte prendeu um homem de 31 anos acusado de tráfico de drogas, em Extremoz, município da Grande Natal. Durante a operação foram apreendidos 277 quilos de maconha e 17 de crack.  De acordo com a assessoria de comunicação do Sindicato dos Agentes da Polícia Federal no RN (Sinpef), a apreensão ocorreu no início da tarde desta sexta-feira (12).

De acordo com a PF, o acusado é classificado como de alta periculosidade, condenado por roubo e tráfico de drogas e que estava com três mandados de prisão em aberto, expedidos por comarcas de São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu e Parnamirim, todos municípios da Grande Natal.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o homem foi preso em um condomínio residencial de Extremoz, enquanto transportava a droga, que estava dividida em nove fardos envoltos em fita adesiva e uma caixa de papelão, para o carro.

Durante o interrogatório, na sede da Polícia Federal, o homem se recusou a fornecer informações sobre onde adquiriu e para quem repassaria a droga. De acordo com a PF, o destino, além da capital potiguar, seria as regiões do Seridó e do Oeste do RN.

Em 2015, um total de 2.527 quilos de drogas foi apreendido no RN. Há dez dias, a Polícia Federal apreendeu 893 quilos de maconha prensada no município de Canguaretama, na região Leste do RN. A PF interceptou na terça-feira (2), um caminhão que transportava a droga, que estava escondida entre telhas de amianto. Dez agentes participaram da ação.

Rate this post



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.