GOIAS GO-‘Informante’ usa colete à prova de balas e ajuda nas buscas a Lázaro Barbosa


Um homem ajuda os policiais da força-tarefa nas buscas por Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de uma chacina em Ceilândia, no Distrito Federal. Imagens mostraram que ele usava um colete à prova de balas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), se trata de um “informante”.

Há 13 dias, mais de 270 agentes buscam pelo fugitivo, que ainda não foi preso. Veja mais abaixo os passos de Lázaro durante a fuga.

Imagens gravadas no domingo (20), mostram o civil no meio dos policiais que procuram por Lázaro.

“Para proteger o denunciante, as equipes colocaram colete à prova de balas para que pudesse mostrar o local, que é de difícil acesso”, disse o comunicado da secretaria.

A SSP disse ainda que as equipes receberam uma denúncia de um lugar que Lázaro poderia estar usando como esconderijo. Porém, não confirmou, se o local realmente era ponto de refúgio do investigado.

Informante ajuda policiais e bombeiros a entrar nas matas durante a caçada a Lázaro Barbosa — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Informante ajuda policiais e bombeiros a entrar nas matas durante a caçada a Lázaro Barbosa — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

G1 questionou ao comando da operação se o homem era morador da região e se outros civis já ajudaram nas buscas, mas também não obteve retorno até a última atualização da reportagem, nesta segunda-feira (21).

Após deixar a pé a base de comando na noite de domingo, inicialmente o homem disse que é de São Miguel do Araguaia. No entanto, ao ser questionado novamente, disse que morava em Cocalzinho de Goiás há 10 anos e que estava ajudando os policiais.

Ao ser perguntado sobre as contradições, o homem foi embora dizendo que não poderia mais falar, senão a força-tarefa não deixaria que ele ajudasse novamente.

LEIA TAMBÉM:

Colaboração de civis

 

A criminóloga Ilana Casoy explicou que o uso de civis que conheçam a região pode ser importante nas buscas a Lázaro. Ela disse que, para isso, é preciso que seja dada proteção e preservada a identidade.

“É importante trazer alguém que pense com a cabeça do Lázaro, que planeje uma fuga como ele, usando esse conhecimento da mata. É alinhar o conhecimento de um mateiro com a inteligência da polícia, que pode antecipar os passos dele”, contou.

 

Ela disse ainda que, em situações como essas, o estado é responsável por garantir a segurança do civil.

O advogado Dyogo Crosara acrescenta que a participação de um civil em uma operação policial é pouco usual, porém, não há ilegalidade.

13º dia de buscas da força-tarefa

 

Os passos de Lázaro: onde o suspeito já foi visto ou cometeu crimes no Centro-Oeste

00:00/00:00

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

Os passos de Lázaro: onde o suspeito já foi visto ou cometeu crimes no Centro-Oeste

A força-tarefa com mais de 270 policiais tem apoio de helicópteros, cães farejadores e drones, além de várias barreiras em estradas de terra e rodovias nas regiões de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás. Veja vídeo acima.

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás criou um telefone para receber denúncias de possíveis localizações do fugitivo. Quem tiver informações relevantes pode encaminhar para o telefone (61) 9 9839-5284.

Cronologia da fuga

 

VÍDEO: Polícia busca criminoso que matou casal e dois filhos no DF

00:00/00:00

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

VÍDEO: Polícia busca criminoso que matou casal e dois filhos no DF

  • 9 de junho de 2021: Lázaro invadiu uma chácara no Incra 9, em Ceilândia (DF), onde matou a tiros e a facadas um casal e dois filhos.
  • 9 de junho de 2021: Roubou uma chácara em Ceilândia após o assassinato da família. Ele teria rendido o caseiro, o dono da propriedade e a filha dele.
  • 11 de junho de 2021: Lázaro fugiu para Cocalzinho de Goiás logo em seguida.
  • 12 de junho de 2021: Ele atirou em quatro pessoas, invadiu fazendas e colocou fogo em uma casa ao fugir da polícia. Os feridos foram levados a hospitais da região, sendo que dois estavam em estado grave até sábado (19).
  • 13 de junho de 2021: Furtou um carro e o abandonou na BR-070 após avistar uma barreira policial, dando sequência à fuga para uma mata.
  • 14 de junho de 2021: Caseiro de Cocalzinho de Goiás disse à polícia que atirou em Lázaro Barbosa após ele falar que ia entrar na casa (veja o vídeo abaixo). Chacareiro relatou que ele fugiu depois de ser atingido.
  • 14 de junho de 2021: Lázaro foi filmado no curral de uma fazenda entre os distritos de Edelândia e Girassol. A polícia acredita que ele passou a noite no local. O caseiro diz que o homem pediu comida e em seguida fugiu para a mata.
  • 15 de junho de 2021: Dois policiais militares de Goiás foram baleados durante buscas do suspeito. Delegado diz que Lázaro fez casal e adolescente reféns em Edelândia. Uma parente da família relatou os momentos de pânico.
  • 16 de junho: Lázaro Barbosa foi visto por um morador em uma área rural.
  • 17 de junho: a polícia retomou as buscas em matas da região e mudou a base de operação pela segunda vez. Houve nova troca de tiros e secretário de segurança pública acredita que ele esteja ferido.
  • 18 de junho: durante buscas o secretário de segurança pública disse que acredita ter visto Lázaro. Segundo PRF, ele foi visto em um chiqueiro durante a tarde, mas fugiu novamente para vegetação.
  • 19 de junho (sábado): houve uma grande movimentação de policiais na região de Águas Lindas, depois que um morador afirmou ter visto Lázaro em uma gruta da região. No mesmo dia, a cadela que atuou nas buscas pelas vítimas da tragédia de Brumadinho chegou a Cocalzinho de Goiás;
  • 20 de junho (domingo): as buscas por ele foram intensificadas por policiais civis, militares e federais. Foram usadas três aeronaves e cinco cães farejadores na caçada.

 

Veja percurso feito por Lázaro Barbosa de Sousa após matar família no DF — Foto: Arte/G1

Veja percurso feito por Lázaro Barbosa de Sousa após matar família no DF — Foto: Arte/G1

Caseiro diz à polícia que atirou em suspeito de matar família em Ceilândia e que ele fugiu

Caseiro diz à polícia que atirou em suspeito de matar família em Ceilândia e que ele fugiu

Veja outras notícias da região em G1 Goiás.

Mais do G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.