FOTOS IMAGENS FORTES-TRAGÉDIA NO MARANHÃO: ACIDENTE DEIXA OITO ESTUDANTES MORTOS E QUATRO FERIDOS.


acidente2_2

Oito estudantes secundaristas morreram em um acidente no início da noite dessa terça-feira (29) na MA-303, entre Bacuri e Apicum-Açu, cidades do litoral norte do Maranhão, segundo a Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES). Inicialmente, a secretaria havia divulgado 12 mortes, mas corrigiu o número para oito na manhã desta quarta-feira (30).
Segundo testemunhas, por volta das 18h30, um caminhão transportando pedras se chocou de frente com uma caminhonete que levava estudantes do município de Bacuri para o Povoado Madragoa. A Polícia Militar disse que, com o impacto, o veículo caiu em uma ribanceira, o que estaria dificultando o resgate das vítimas. De acordo com a Prefeitura de Bacuri, cerca de 30 estudantes estavam no veículo. Alguns dos feridos foram levados para o hospital municipal da cidade e outras vítimas foram transferidas para o hospital da cidade de Cururupu.Identificações das vítimas fatais Samili Costa Farias Emile Costa Farias Nayara Pereira Costa Alda Léa Rabelo Gomes Ana Raquel Vieira Borges Denilde Lima Azevedo Jeferson Bruno Marcos Vinícius Almeida.
    Vídeo: detalhes do acidente de Bacuri que deixou vários mortos Um acidente envolvendo uma D20 com estudantes e um caminhão carregado de pedras deixou pelo menos dez mortos na noite desta terça-feira entre os municípios de Apicum-Açu e Bacuri, próximo ao povoado Madragoa, na Ma 308. Informações preliminares apontam que a D20 estaria fazendo transporte clandestino e transportava cerca de 22 pessoas com idade entre quinze e dezesseis anos. Os adolescentes eram de duas escolas estaduais e uma escola municipal de bacuri. Os veículos chocaram-se frontalmente em uma curva perigosa. Em nota o Ministério Público do Maranhão esclarece que a Promotoria de Justiça de Bacuri vai abrir dois procedimentos investigatórios contra o município de Bacuri para verificar as responsabilidades no acidente, ocorrido no início da noite desta terça-feira, 29, que resultou na morte de oito estudantes e deixou sete feridos, sendo dois em estado grave. De acordo com informações divulgadas na imprensa, o veículo que levava os estudantes da escola Cristino Pimenta, em Bacuri, para o povoado Madragoa, chocou-se com um caminhão carregado de pedra e despencou em uma ribanceira. A promotora de justiça Alessandra Darub, titular da comarca, informou que as investigações também irão atingir o menor de 17 anos que conduzia a D20 e o seu pai, que o autorizou a dirigir sem habilitação. Segundo a representante do Ministério Público, os procedimentos contra o município irão enfocar o transporte irregular de estudantes e as precárias condições do hospital municipal. “No atendimento às vítimas, pude constatar in loco que o hospital funciona sem nenhuma estrutura: não tem equipamentos suficientes, laboratório, nem medicamentos, as paredes são mofadas, além disso só tinha um médico de plantão”, relatou
O proprietário da caminhonete onde estavam os adolescentes que morreram em acidente na noite desta terça-feira (29), no município de Bacuri, não possui Carteira Nacional de Habilitação. A informação foi confirmada pelo superintendente de Polícia Civil do Interior, delegado Jair Paiva. De acordo com o superintendente, se for confirmado que Rogério Azevedo Rocha estava dirigindo o carro, ele pode responder por condução não habilitada e homicídio doloso por ter assumido o risco ao dirigir desabilitado. No decorrer das investigações, ele também poderá responder caso tenha dado o carro para o filho adolescente dirigir, já que o jovem também não é habilitado. O delegado informou que a polícia só vai dizer que estava dirigindo e o que implica o ato após terem provas técnicas da perícia. Rogério Azevedo Rocha, 43 anos, sofreu politrauma com traumatismo craniano, está em estado gravíssimo no Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho, o Hospital Geral Geral, foi submetido a tratamento neurocirúrgico na manhã desta quarta-feira (30), segue entubado, sob ventilação mecânica e com hemodinâmica estável. Ele havia dado entrada na Santa Casa de Cururupu, mas foi um dos quatro pacientes transferidos em helicópteros para a capital pela gravidade dos ferimentos. No acidente, que envolveu uma caminhonete D20 e um caminhão carregado com pedras, oito pessoas morreram, quatro estão no Tarquínio Lopes e outras com ferimentos leves estão nos hospitais Santa Casa de Cururupu e Hospital Bibi Montelo, em Bacuri.

VÍTIMAS DO ACIDENTE EM BACURI SÃO REMOVIDAS PARA O HOSPITAL GERAL 

Quatro pessoas vítimas do acidente ocorrido nesta terça-feira (29), no município de Bacuri, foram removidas, por helicópteros do resgate aéreo estadual, para o Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral), em São Luís. São três adolescentes e um adulto, que logo após o acidente foram transferidos para os hospitais de Cururupu e Pinheiro, mas necessitavam de assistência mais especializada. O Governo do Maranhão, por meio das secretarias estaduais de Saúde (SES) e Segurança (SSP), enviou de imediato, para socorro às vítimas, equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), das polícias Militar e Civil, além de mobilizar profissionais de saúde de Pinheiro, Cururupu e outros municípios vizinhos a Bacuri. Nas primeiras horas desta quarta-feira (30), cinco helicópteros foram deslocados para a região, sendo que três para transportar quatro pacientes graves (três que estavam no hospital de Cururupu e um no hospital de Pinheiro) para o Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho (Geral). Outras duas aeronaves levaram para Bacuri, dois bombeiros especialistas em situação de crise, um médico psiquiatra e psicólogos para dar assistência a familiares e amigos das vítimas do acidente.

Vítimas do acidente em Bacuri sendo transportadas em helicópteros para hospital em São Luís Boletim A estudante Ellen Cristina Monteiro Garcia deu entrada no Hospital Geral com quadro de politrauma, realizou exames laboratoriais, tomografia (que não evidenciou nenhuma lesão neurológica e visceral) e raio-x (que não mostrou fratura). No momento, encontra-se estável, acordada e consciente, mas ainda sem previsão de alta. A também estudante Aline Silva foi recebida com quadro de politrauma e realizou exames laboratoriais, de raio-x e tomografia. Encontra-se estável, sonolenta, com rebaixamento do nível de consciência. Dois pacientes estão internados na UTI do Hospital Geral: Amanda Sales Lopes, que sofreu politrauma com traumatismo craniano, encontra-se em estado grave, mas acordada, respirando espontaneamente e sob observação. O paciente Rogério Azevedo Rocha também sofreu politrauma com traumatismo craniano, está em estado gravíssimo, foi submetido a tratamento neurocirúrgico na manhã desta quarta-feira (30), segue entubado, sob ventilação mecânica e com hemodinâmica estável. Todos os pacientes estão sendo acompanhados pela equipe de neurocirurgia e cirurgia geral do Hospital de Alta Complexidade Tarquínio Lopes Filho.
Poderá também gostar de:
Rate this post



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.