SÃO PAULO SP-‘Xepa da vacina’ é oferecida em 10 dos 39 municípios da Grande São Paulo; veja como funciona Além da capital, outros 9 municípios aderiram à fila de espera para doses remanescentes do imunizante contra a Covid. Confira quais são os critérios para obter a vacina em cada cidade.


Por Mábily Souza, TV Globo — São Paulo

 


Enfermeira manipula dose de vacina contra a Covid-19 em SP. — Foto: LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Enfermeira manipula dose de vacina contra a Covid-19 em SP. — Foto: LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Um levantamento da produção da TV Globo nos 39 municípios da região metropolitana de São Paulo mostra que, até o momento, apenas 10 cidades adotaram a “xepa da vacina”, fila de espera para receber as doses remanescentes da campanha de vacinação contra a Covid que são aplicadas em outros públicos, além daqueles que já são prioritários. Estão aptos a participar da “xepa” as pessoas com mais de 18 anos e que possuem comorbidades ou deficiência física.

São poucos os municípios que adotaram essa estratégia porque, geralmente, não há sobra de doses (veja lista completa das cidades mais abaixo). A maioria das cidades que responderam ao levantamento alegou que há menos sobras quando a aplicação é feita com a vacina de Oxford/AstraZeneca, porque esta pode ser utilizada em até 48 horas depois de aberta. No caso do imunizante da Pfizer, a validade é de apenas seis horas após a abertura do frasco. E no da CoronaVac, de até oito horas.

Somado a isso, há ainda o fato de que algumas cidades trabalham com agendamento prévio para vacinação, podendo assim controlar o número de doses aplicadas diariamente.

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) são orientadas a não abrir novos frascos ao fim do dia, justamente para evitar esse excedente. Quando isso não é possível, a alternativa é aplicar as doses que sobraram nas pessoas que seriam as próximas da fila. A orientação é clara: não desprezar nenhuma dose.

LEIA TAMBÉM

 

Na cidade de São Paulo, já foram aplicadas, em média, 2.046 doses remanescentes por dia, de acordo com o Programa Municipal de Imunização (PMI), com dados até terça-feira (25). Para se inscrever na lista da “xepa”, basta comparecer à UBS mais próxima munido de um documento de identificação (RG ou CPF), comprovante de condição de risco (exames, receitas, relatório ou prescrição médica), contendo o CRM do médico, e um comprovante de residência.

Serão priorizadas as pessoas com mais de 18 anos e que possuem alguma deficiência física ou comorbidade, como doenças cardiovasculares, diabetes, pneumopatias crônicas, cirrose hepática, obesidade mórbida e casos de hipertensão.

O secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, destaca que as pessoas com deficiência física que não estejam cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) também podem receber as doses do imunizante a partir de agora. A medida foi adotada como forma de inclusão deste público, que ainda não foi contemplado pelo Ministério da Saúde e pelo estado.

Prefeitura de Suzano aplica vacinas contra a Covid-19 — Foto: Irineu Junior/Secop Suzano

Prefeitura de Suzano aplica vacinas contra a Covid-19 — Foto: Irineu Junior/Secop Suzano

‘Xepa’ na região metropolitana

 

Além da capital, há nove municípios que adotaram a “xepa” da vacina, de acordo com o levantamento realizado com as informações enviadas pelas prefeituras dos 39 municípios da região. São eles: Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Poá e São Lourenço da Serra.

Enquanto o estado é responsável por garantir a distribuição das vacinas aos municípios, as prefeituras definem a logística a partir daí. Cada cidade tem um critério próprio para distribuir essas doses remanescentes. É preciso ter mais de 18 anos e possuir alguma comorbidade que se enquadre àquelas listadas pelo Plano Nacional de Imunização. A inscrição na lista de espera da xepa pode ser feita pela internet ou presencialmente, a depender da região.

Veja abaixo como funciona em cada município:

Diadema

 

Quem pode receber a dose?

As sobras de doses da vacina da Universidade de Oxford/AstraZeneca são destinadas aos portadores de comorbidades na faixa etária de 45 a 49 anos que ainda não se vacinaram. As sobras de doses da CoronaVac são destinadas às gestantes e puérperas com comorbidades ou pessoas que estão aguardando a segunda dose do imunizante.

Como funciona a inscrição?

As UBSs organizam uma lista de espera com os cidadãos elegíveis, que devem comparecer pessoalmente à unidade mais próxima do endereço onde residem com um documento de identificação.

Para outras informações: http://www.diadema.sp.gov.br/

Ferraz de Vasconcelos

 

Quem pode receber a dose?

Estão aptos a receber a vacina aqueles que possuem mais de 18 anos e alguma comorbidade.

Como funciona a inscrição?

O cadastro para a xepa é realizado pessoalmente nos oito polos de imunização contra a Covid-19 na cidade (Igreja Nossa Senhora da Paz, no Centro, e os postos de saúde dos bairros Jardim Rosana, Jardim Bela Vista, Vila Margarida, Vila São Paulo, Cidade Kemel, Santo Antônio e Jardim Yone). O cadastro também pode ser feito via telefone da Vigilância Epidemiológica (4676-6812), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Para outras informações: http://www.ferrazdevasconcelos.sp.gov.br/

Francisco Morato*

 

Quem pode receber a dose?

Estão aptos a receber a vacina aqueles que possuem mais de 18 anos e alguma comorbidade.

Como funciona a inscrição?

A xepa é organizada através de um aplicativo online disponível no site da prefeitura, em que o munícipe preenche os dados pessoais e aguarda o contato da equipe de saúde.

*No momento, a aplicação da “xepa” está temporariamente suspensa, devido à falta de doses remanescentes. No entanto, os interessados podem realizar a inscrição e aguardar uma eventual oportunidade.

Para outras informações: http://www.franciscomorato.sp.gov.br/

Franco da Rocha

 

Quem pode receber a dose?

São contemplados aqueles que fazem parte dos próximos dois grupos etários a serem vacinados de acordo com o calendário estadual.

Como funciona a inscrição?

É feito um cadastro presencial nas UBSs. Os munícipes precisam comparecer pessoalmente à unidade mais próxima do endereço onde residem com um documento de identificação.

Para outras informações: http://www.francodarocha.sp.gov.br/

Mauá

 

Quem pode receber a dose?

São contemplados aqueles que fazem parte do próximo grupo a ser vacinado.

Como funciona a inscrição?

Os funcionários das unidades de saúde convocam, por telefone, as pessoas que tenham cadastro no eSUS e residam próximo ao posto de vacinação.

Para outras informações: https://www.maua.sp.gov.br/

Mogi das Cruzes

 

Quem pode receber a dose?

Inicialmente, podem ser atendidos com eventuais sobras as pessoas com 60 anos ou mais (AstraZeneca) e gestantes e puérperas com comorbidades (CoronaVac) que ainda não tenham recebido a primeira dose. Posteriormente, novos grupos poderão ser contemplados.

Como funciona a inscrição?

No site da Prefeitura de Mogi das Cruzes há um espaço de inscrição para a lista de espera da vacina. O cadastro deve ser feito no sistema indicando a unidade mais próxima da residência do munícipe porque, se ele for contemplado, precisará comparecer à UBS em até 20 minutos.

Para outras informações: https://www.mogidascruzes.sp.gov.br/

Osasco

 

Quem pode receber a dose?

Estão aptos a receber a vacina aqueles que estejam mais próximos do grupo prioritário, considerando sempre do maior para o menor grau de prioridade e faixa etária.

Como funciona a inscrição?

É feito um cadastro através de busca espontânea pelos profissionais da saúde, considerando o público mais próximo do prioritário e da idade que está sendo atendida no dia. Há também as buscas feitas pelos agentes comunitários de saúde do público com outras prioridades ainda não atendidas.

Para outras informações: http://www.osasco.sp.gov.br/

Poá

 

Quem pode receber a dose?

A “xepa” tem sido aplicada desde abril, contemplando inicialmente os profissionais da saúde, motoristas e cobradores de ônibus. Desde o dia 18/5, as doses remanescentes estão sendo aplicadas nos trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

Como funciona a inscrição?

Para entrar na lista é preciso morar em Poá e comparecer ao prédio do Reino da Garotada, no bairro Biritiba, após as 15h, com CPF e comprovante de trabalho.

Para outras informações: https://prefeituradepoa.sp.gov.br/

São Lourenço da Serra

 

Quem pode receber a dose?

A imunização é realizada nos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde que ainda não tenham sido contemplados com a vacina. A unidade de saúde ligará para o munícipe ao final do dia informando que ele pode comparecer para receber a dose quando e se houver a sobra.

Como funciona a inscrição?

É necessário comparecer à UBS pessoalmente com um documento de identificação (RG e CPF), comprovante de residência e algum documento que ateste a comorbidade, contendo o CRM do médico responsável.

Para outras informações: http://saolourencodaserra.sp.gov.br/novo/

Comorbidades incluídas na vacinação

 

Os estados e municípios consideram as comorbidades listadas pelo Ministério da Saúde, conforme a tabela abaixo:

  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndrome coronariana
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e pericardopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente
  • Hipertensão artéria estágio 3
  • Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos (inclui câncer)
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática
  • Portadores do vírus HIV

 

VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

 

200 vídeosJunho Vermelho incentiva doação de sangueRegistros civis de casamentos diminuíram 27% no estado de São Paulo entre 2019 e 2020Ferraz de Vasconcelos começa a vacinar pessoas que tenham mais de 18 anos e comorbidades contra a Covid-19

Veja também

Bom Dia Rio

Mulher é presa por injúria racial

Uma professora ofendeu uma garçonete negra, além de outros funcionários e clientes do bar, no Maracanã.

1 de jun de 2021 às 07:10

PróximoAdolescente é apreendida em após se passar por médica em hospital de SC
Mais do G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.