SÃO PAULO SP -BRASIL-Tererê, ídolo Gamarra e guia Romero: Balbuena é apresentado no Timão


20160219123647

Apresentado nesta sexta-feira pelo diretor adjunto Eduardo Ferreira, Balbuena não largou uma garrafa de tererê, infusão de erva mate em água fria típica do Paraguai. Sem largar suas raízes, o zagueiro quer ser importante no clube, ainda mais depois de ter rechaçado o rival.

– Estou trazendo tererê, a bebida oficial do Paraguai, e não posso ficar sem. Aqui é muito diferente do futebol paraguaio, mas estou consciente de que meu trabalho me trouxe até o Brasil. Agora estou no Corinthians, dei minha palavra ao Corinthians. Para mim é o que conta. A palavra de um homem tem de ter valor. Vou defender esta camisa até a morte – afirmou.

Balbuena vai vestir a camisa 4 do Corinthians. Feliz, ele se inspira em outro paraguaio que passou pelo clube e vestiu o mesmo número.

– Vários paraguaios passaram pelo Corinthians, e o Gamarra é muito conhecido no Paraguai e aqui também. Ele é um exemplo para mim desde criança – disse o defensor.

Bastante simpático, mas com uma fala rápida e difícil de entender, o paraguaio conversou com os jornalistas durante 20 minutos e falou sobre a missão de substituir Gil, a chance de trabalhar com Tite e a amizade com Ángel Romero, seu “guia” em São Paulo. Regularizado na CBF, o paraguaio pode estrear neste domingo, contra a Ferroviária, pelo Paulistão.

Confira a entrevista de Balbuena:

Adaptação e amizade com Romero
– Todo mundo que trabalha aqui está fazendo com que eu me sinta em casa. Desde o primeiro dia que treinei, os técnicos me incentivaram e me deixaram bastante confiante. Romero é uma grande pessoa, não jogamos juntos, fomos rivais no Paraguai. Mas aqui ele está me ajudando muito, não só no clube, mas na cidade de São Paulo, que é muito grande e fácil de se perder (risos).

Reconstrução do Corinthians
– É uma equipe em recomposição, vários jogadores saíram do elenco que foi campeão, mas estão buscando uma reconstrução. O início do ano foi bastante bom, e fala-se muito bem de todos os jogadores que chegaram. No treinamento consigo ver isso.

Chance de trabalhar com Tite
– Muitos fatores pesaram para minha vinda, mas Tite é um deles. A filosofia dele sempre deu resultado. O trabalho do Tite é irretocável, ele é conhecido mundialmente, e isto também contou para eu estar aqui. Estou à disposição dele e estou aqui para somar.

Experiência em Libertadores
– Hoje em dia, os jogadores já não jogam só com o nome. O que decide é o que se faz no treinamento, tenho que demonstrar aqui que sou capaz de ser titular. Fui à final da Libertadores com o Nacional, em 2014, fui à seleção do Paraguai, mas nada disso garante que serei titular. Tem um elenco de grandes jogadores aqui, Yago, Vilson, Felipe…

Considera-se substituto de Gil?
– É uma forma de dizer, mas os quatro zagueiros que estão aqui apresentam a mesma condição. Todos vão fazer o melhor pela equipe.

SÃO PAULO SP -BRASIL-Tererê, ídolo Gamarra e guia Romero: Balbuena é apresentado no Timão
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *