SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Renato Janine: Por que gente “sem limite” tem tanto espaço e poder?


No Facebook

Poderoso era, antigamente, alguém como Tancredo Neves ou os políticos mineiros, que pensavam longamente nas consequências de seus atos e não agiam afoitamente.

Hoje, poderoso(a) é quem age sem pensar nas consequências, de maneira impetuosa, até irrefletida. Geralmente angariam admiração e sucesso.

Um exemplo é o prefeito Doria. Aumentar velocidade mesmo contra pesquisas internacionais sérias, desalojar drogados mesmo contra pesquisas internacionais sérias, em suma, fazer o que lhe dá na telha.

Consegue admiração e sucesso.

Tem futuro? Na briga anunciada entre criador e criatura, Alckmin é o contrário dele. Não age à la diable. Não que tenha uma política de segurança admirável, longe disso. Mas sua marca é a cautela.

Agir mil vezes antes de pensar pode dar certo a curto prazo. Trará a presidência? Essa receita serviu para Collor em 1989, servirá agora? Doria aguentará um ano e meio se expondo? Alckmin, mais calmo, o comerá pelas bordas?

Mas há a questão específica – Alckmin x Doria – e a questão de fundo: por que gente sem limites está tendo, hoje, tanto espaço, é tão chamada de “poderoso(a)”?

Select rating
Nota 1
Nota 2
Nota 3
Nota 4
Nota 5

SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Renato Janine: Por que gente “sem limite” tem tanto espaço e poder?
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *