SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Professores no RN que continuarem trabalhando remotamente até fechamento do ciclo de vacinação não serão punidos, destaca Sinte-RN,


Foto: Reprodução/Sinte-RN

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte-RN) destaca que não será aplicada qualquer punição aos trabalhadores em educação que optarem por continuar trabalhando remotamente até o fechamento do ciclo da imunização contra a Covid-19, desde que essa opção seja comunicada oficialmente e as atividades virtuais registradas. É o que afirmou o secretário estadual de educação, professor Getúlio Marques, em audiência virtual com o SINTE/RN nessa segunda-feira, 26 de julho.

O Gestor disse que o SIGEDUC deve ser o canal utilizado. Assim, as tarefas e o planejamento devem ser inseridos no Sistema. Os profissionais com comorbidades e/ou até mesmo àqueles que tomaram as duas doses da vacina e não se sentem seguros para retornar também devem apresentar justificativa.

Quanto ao retorno híbrido, iniciado nessa segunda (26), o secretário disse que os primeiros 15 dias são destinados aos ajustes e a ouvir todos de acordo com suas especificidades.

Na ocasião, o Getúlio Marques explicou sua fala na entrevista concedida a uma rádio de Natal no último dia 15 de julho. Garantiu que sua declaração foi mal interpretada e que jamais cogitou cortar o ponto, efetuar desconto salarial ou aplicar uma outra medida contra os professores que se recusarem a acatar o chamado da Secretaria Estadual de Educação (SEEC).

Indagado pelos dirigentes do Sindicato sobre os rumores de pressões exercidas sobre os professores, disse que qualquer denúncia dessa natureza deve ser encaminhada para a SEEC.

Ao final da audiência, o Gestor afirmou respeitar a posição do SINTE/RN e da categoria, mas reiterou que as aulas híbridas continuarão acontecendo, uma vez que os índices de contaminação e óbitos pelo novo coronavírus no RN diminuíram.

Diante das explicações do Secretário, o Sindicato reafirma que continuará orientando a categoria no sentindo de cumprir a decisão tomada na última Assembleia. Assim, a entidade seguirá defendendo a manutenção do trabalho remoto até que a imunização seja concluída.

Com Sinte-RN

 



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.