SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Governadores formalizam, em Salvador, Consórcio Interestadual do Nordeste


Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: Agora RN » Governadores formalizam, em Salvador, Consórcio Interestadual do Nordeste0:00100%Audima

Reunidos em Salvador, na Bahia, os nove governadores da região Nordeste anunciaram nesta segunda-feira, 29, a formalização do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste e as propostas do plano de trabalho.

As propostas contemplam ações em várias áreas da administração, como a execução de um programa para oferta de médicos para a atenção primária, com a finalidade de ampliar o atendimento de saúde nas áreas mais carentes. Os governadores apoiam a proposta do Ministério da Saúde de criar um programa de médicos para o Brasil e desejam contribuir. Para isso, o Consórcio vai solicitar audiência com o ministro Luiz Henrique Mandetta.

Outra proposta é a definição de um processo único para compras pelos estados, visando reduzir custos de equipamentos. Ficou definido que o primeiro registro de preços será publicado em agosto.

Integrar dados de todos os estados para organizar indicadores foi outra medida definida.

Os governadores trataram também sobre a elaboração de uma agenda internacional em busca de parcerias institucionais e financiamentos para projetos. A primeira agenda vai contatar países da Europa, em novembro próximo.

Ainda na reunião em Salvador, os governadores do Nordeste decidiram somar esforços para melhorar a segurança pública. As prioridades são a implementação das ações prevista no Sistema Único de Segurança Pública (Susp), através de ações conjuntas no combate ao crime e à violência. Os governadores querem que o governo federal libere os recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública, que hoje tem retido R$ 1,1 bilhão.

Na Carta de Salvador, documento que registra as suas propostas, os governadores ratificam também a defesa do pacto federativo a aprovação imediata das regras do Novo Fundeb.

Publicidade



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.