SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-Após confissão de propina, Inframérica pode perder contratos dos aeroportos de Natal e Brasília


Brasília

Por Robson Pires, em

Ex-chefe da Engevix e ex-CEO da Inframerica, José Antunes Sobrinhoadmitiu em delação à Polícia Federal, em 2018, haver pago propina de R$1 milhão ao Coronel Lima, amigo do ex-presidente Michel Temer, para obter a concessão do Aeroporto de Brasília.

Isso pode anular o contrato de concessão do aeroporto, segundo a Lei Anticorrupção e o contrato da Inframerica com a União e agência reguladora Anac, que determina sua “caducidade” em caso de envolvimento com corrupção. A informação é do Diário do Poder.

É bom não esquecer que o mesmo José Antunes já admitiu que a Engevix firmou um contrato de R$ 34 milhões para o aeroporto de Brasília e de R$ 7 milhões para o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, sendo R$ 2 milhões desviados para o pagamento de propinas. Ou seja, o contrato para operar o Aeroporto de Natal também pode ser anulado pelos mesmos motivos.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.