SÃO GONÇALO DO AMARANTE RN-CAERN FAZ BALANÇO E ALEGA ENFRENTAR DIFICULDADES EM ABASTECER LOCALIDADES COMO IGAPÓ E JARDIM LOLA


Durante os primeiros dias de racionamento da água, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) monitorou intensamente o abastecimento por esta sistemática, e vem fazendo mudanças para melhorias em áreas onde houve mais intercorrências registradas, como é o caso de Jardim Lola e Potengi. “No geral, está dentro da normalidade para a situação, tendo em vista que as reclamações aumentarem de 15 a 20%, dentro do esperado”, analisa Lamarcos Teixeira, Superintendente de Operação e Manutenção da Regional Natal da Caern.

A Lagoa de Extremoz abastece 70% da Zona Norte de Natal (as demais áreas recebem água de poços e não entraram no rodízio) e há um mês estava com 37,8% do seu volume total, o que alertou a Companhia sobre a necessidade de diminuir a distribuição para aumentar o tempo de uso da água disponível. Com as chuvas do final de fevereiro até agora, o nível dá Lagoa atingiu aproximadamente 50℅ dá sua capacidade.

Mesmo comemorando o aumento significativo, a Caern e o Igarn (que monitora os níveis de água) entendem que ainda não é o momento de suspender o rodízio. “Somente quando chegar ao volume de 70% podemos reavaliar a volta do abastecimento normal. A população deve continuar a fazer sua parte”, ressalta Lamarcos Teixeira.

“No dia a dia de um abastecimento normal já existem várias situações que podem interferir na distribuição da água, como é o caso de vazamentos, quedas de energia elétrica e outras situações operacionais. Somados estes casos ao rodízio, é normal que em algumas localidades tenha se sentido de maneira mais significativa a pausa de dois dias no fornecimento de água”, explica o Superintendente.

A Caern reconhece algumas dificuldades inerentes ao sistema afetando de maneira mais intensa algumas localidades como Igapó e Jardim Lola, mas vem atuando em duas frentes importantes para reverter a situação, agravada com a cratera que se abriu na Avenida João Medeiros Filho semana passada.

“Desviamos a tubulação atingida pela cratera e fizemos uma interligação com a rede de água que passa embaixo do viaduto de Igapó para melhorar em 80% a oferta de água nestes locais”, detalha Lamarcos. E de acordo com os registros feitos no  serviço 115 pela população, a Caern analisa os casos que precisam de reforço com carros pipa.“Os carros pipa são enviados de acordo com as demandas de determinadas áreas, não individualmente. A área operacional define seu envio, daí a importância de ligar e registrar problemas no abastecimento”, esclarece.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.