RIO DE JANEIRO RJ-Covid-19: piloto pede que cinzas sejam jogadas em Interlagos César Augusto Visconti, de 43 anos, não estava no grupo de risco e morreu vítima de complicações respiratórias provocadas pelo novo coronavírus


Covid-19: piloto pede que cinzas sejam jogadas em Interlagos

César Augusto Visconti, de 43 anos, não estava no grupo de risco e morreu vítima de complicações respiratórias provocadas pelo novo coronavírus

 A- A+
César era amante de automobilismo

César era amante de automobilismo

Arquivo Pessoal/Luara Vida

César Augusto Visconti, de 43 anos, fez um pedido antes de morrer, na segunda-feira (30), vítima de complicações respiratórias provocadas pelo novo coronavírus: queria ser cremado e ter as cinzas jogadas no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O piloto de automobilismo compartilhou o último desejo com a ex-mulher e amiga, Luara Vida, logo após se consultar com um otorrinolaringologista e o médico recomendar que ele fosse a um pronto-socorro “urgente” por conta do agravamento dos sintomas.

“Ele sempre foi muito brincalhão. Ele falou que estava indo pro saco e eu falei para ele parar de falar isso. Me fez prometer que cuidaria da nossa filha e que era para eu alugar um carro e jogar as cinzas do corpo dele no autódromo. Eu falei para ele parar de falar isso e mudamos de assunto”, contou a ex-mulher em conversa com a reportagem do R7.

A internação

Piloto deixa uma filha, Yasmim, de 15 anos, do relacionamento com Luara

Piloto deixa uma filha, Yasmim, de 15 anos, do relacionamento com Luara

Arquivo Pessoal/Luara Vida

César deu entrada no Hospital São Luiz, em São



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.