RECIFE-PE-BRASIL-Santa Cruz sai atrás, mas consegue o empate e conquista o Nordestão diante do Campinense


mco_6415

RESUMÃO

  • O JOGOPela primeira vez em 102 anos de história, o Santa Cruz pintou o Nordeste de preto, branco e vermelho. Com doses cavalares de emoção, o time não se abateu com um estádio Amigão cheio. A torcida tricolor compareceu em peso, invadiu Campina Grande e empurrou o time. O empate era a vantagem que a Cobra Coral tinha em mãos. E foi na medida. O Campinense abriu o placar com Rodrigão, mas Arthur empatou o jogo na base do coração. Foi o primeiro título regional do clube. Para melhorar, a conquista dará vaga na Copa Sul-Americana de 2016 e 2017.

  • DESTAQUEVAGA EM DOIS ANOS SEGUIDOS NA SUL-AMERICANA?A Copa do Nordeste garante vaga na Sul-Americana. No entanto, com a mudança no regulamento, ocorrida neste ano, o acesso à competição internacional só acontece no ano seguinte. Porém, para ajustar o calendário, o campeão de 2016 terá a vaga do ano corrente, além da de 2017.

  • DESTAQUECOMO FOI O JOGO?O Campinense não tinha organização ofensiva. O Santa Cruz, por sua vez, fez um primeiro tempo melhor. Bem postado na marcação, o Tricolor jogou tão bem que a melhor chance da etapa foi sua, mas Grafite jogou para fora. Só que no segundo tempo, aquela chance acabou custando ao Santa. A Raposa começou a crescer e partir para o abafa. Sem organização, mas com o coração. Na base da vontade, Rodrigão trombou com a zaga coral e fez o gol. Só que, aquele mesmo lance de Grafite ensinou. E na única chance clara que teve após tomar o gol, fez. Arthur marcou, após uma jogada de Keno, e deu o título aos corais.

  • DESTAQUEFARO DE GOLSe Grafite só teve uma chance clara, Rodrigão também teve a sua. E o artilheiro da Copa do Nordeste não desperdiçou. Marcou o seu nono gol na competição. O do título.

  • DESTAQUEO REI ARTHUR Arthur teve de conviver com um jejum grande. Mostrou-se incomodado por não marcar pelo Santa Cruz. Mas o poder de decisão do atacante foi impressionante. Na primeira decisão da semifinal do Pernambucano, quando marcou dois gols contra o Náutico, na vitória de 3 a 1. E ainda havia bala guardada. Fez o gol de empate do Santa no Amigão. O gol histórico do título coral.

LANCE A LANCE

  • FIM DE JOGO

    FALA, ARTHUR“O gol foi para toda a minha família. É muito importante entrar para a história desse clube”

  • TWITTER

    Daniel Gomes@DAANIEL_GOMESFesta no Amigão. Campina Grande é preta, branca e vermelha. O Santa é campeão da Copa do Nordeste #tramigao



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *