Polícia Civil descarta colisão de avião de Campos com drone


campos-avião1

O 7º Distrito Policial de Santos, no litoral paulista, descartou que a colisão com uma aeronave não tripulada tenha causado a queda do avião que matou o presidenciável Eduardo Campos (PSB) e mais seis pessoas em 13 de agosto. A hipótese foi levantada pelo Ministério Público Federal de Santos em um documento “urgente e sigiloso” enviado à Força Aérea Brasileira (FAB) em 25 de agosto.

No documento, o procurador Thiago Nobre solicitava informações sobre a possível presença de um drone modelo “Acauã” na região da Base Aérea de Santos no momento do acidente. Rodas semelhantes ao do modelo teriam sido fotografadas no local do acidente. Entretanto, a Polícia Civil concluiu que elas pertenciam a um carrinho de bebê que estava dentro do avião e era usado pelo filho mais novo de Campos, nascido em janeiro.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.