PENDÊNCIAS RN-RN abre à participação popular o Projeto de Zoneamento do Rio Piranhas-Açu


Divulgação / Assessoria
Rio Piranhas-Açu, no RN
Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça este conteúdo0:00100%Audima

Moradores de 55 municípios potiguares localizados na bacia do Piranhas-Açu poderão participar dos debates sobre a utilização das águas do rio que corta três regiões do estado. O primeiro ciclo de oficinas para abertas à comunidade começa no dia 2 de julho, em Macau, onde o rio tem foz, e termina no dia 11, em Lagoa Nova, no território Seridó. O objetivo é assegurar transparência e controle social do Projeto de Macrozoneamento Ecológico-Econômico da Bacia do Piranhas-Açu.

“Esse é um projeto estratégico para a sobrevivência do Piranhas-Assu, que é muito importante para o Rio Grande do Norte, como fonte de abastecimento de água de vários municípios e também para a economia de pelo menos três regiões do estado, na agricultura familiar, na pesca, na fruticultura de exportação. Por isso, precisamos cuidar bem dele, promovendo o desenvolvimento sustentável na bacia, com ações integradas do Governo e da sociedade civil, para que o rio continue a cumprir seu importante papel socioeconômico no estado”, afirmou o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro.

CALENDÁRIO DE OFICINAS

As oficinas foram planejadas de forma a assegurar a participação de moradores de todos os municípios, concentrando os eventos em cidades-polos, para facilitar o acesso. Veja o calendário completo:

02 de julho – Macau, às 8h, no campus do IFRN, para os municípios de Alto do Rodrigues, Pendências, Porto do Mangue e Macau.

03 de julho – Açu, às 8h, na sede do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), para os municípios de Afonso Bezerra, Angicos, Carnaubais, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Itajá, Paraú, Pedro Avelino, São Rafael, Serra do Mel, Triunfo Potiguar, Upanema e Açu.

04 de julho – Caicó, às 8h, no campus do IFRN, para os municípios de Almino Afonso, Augusto Severo, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jucurutu, Messias Targino, São Fernando, São João do Sabugi, São José do Seridó, Serra Negra do Norte, Timbaúba dos Batistas, Venha Ver e Caicó.

09 de julho – Parelhas, às 8h, no campus do IFRN, para os municípios de Equador, Jardim do Seridó, Ouro Branco, Santana do Seridó e Parelhas.

10 de julho – Currais Novos, às 8h, no campus do IFRN, para os municípios de Acari, Carnaúba dos Dantas, Cruzeta, São Vicente e Currais Novos.

11 de julho – Lagoa Nova, às 8h, no centro da Emater, para os municípios de Bodó, Cerro Corá, Florânia, Santana do Matos, Tenente Laurentino Cruz e Lagoa Nova.

As inscrições para as oficinas regionais podem ser feitas site do Projeto de Macrozoneamento Ecológico-Econômico da Bacia do Rio Piranhas-Açu, no endereço: www.macrozeepiranhas-acu.com/oficinas-regionais

Publicidade



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.