PENDÊNCIAS RN -Ibope aponta vitória de Robinson com 160 mil votos de maioria sobre Henrique Alves


O87O78O7-1024x588

O candidato do PSD, Robinson Faria, é o favorito na disputa pelo Governo do Estado. E quem está apontando isso não são os políticos aliados ao peessedista, é o Ibope. Nesta quarta-feira, o instituto de pesquisa divulgou um novo levantamento, o primeiro realizado no segundo turno, e deu Robinson na frente com 54% das intenções de votos válidos. O candidato do PMDB, Henrique Eduardo Alves, ficou oito pontos atrás, com 46%.

Se colocado os votos brancos, nulos e os eleitores que ainda estão indecisos, Robinson Faria fica com 45% e Henrique, 38%. Diante disso, baseado no número de eleitores do RN (2.326.583) e desconsiderando o não comparecimento, significaria dizer que o candidato do PSD teria 1,046 milhão de votos e Henrique, 884 mil votos. Ou seja: Robinson seria vitorioso com 160 mil votos de maioria, segundo o Ibope.

Com relação aos votos válidos, o placar representou um crescimento de 12 pontos percentuais de Robinson Faria neste segundo turno, se comparado ao resultado da última pesquisa divulgada pelo Ibope (no dia 3 de outubro) e o resultado da própria votação do dia 5. Afinal, nos dois ele ficou com 42% dos votos válidos. Henrique, por sua vez, caiu quatro pontos com relação à última pesquisa do Ibope e um ponto se comparado a votação que obteve em primeiro turno.

O crescimento de Robinson, é bem verdade, foi ainda maior se comparado aos números que o Ibope apontou como previsão de segundo turno ainda na pesquisa divulgada no dia 3. Afinal, nesse levantamento, foi feito uma projeção de primeiro turno e a vitória era de Henrique, com 42% das intenções de voto, contra 36% de Robinson. Naquela época, 7% ainda estavam indecisos e não sabiam em quem votar.

Neste novo levantamento, o número de indecisos foi de apenas 5% e outros 5% não responderam a pergunta. O número de votos brancos e nulos ficou na casa dos 12%. O Ibope ouviu 812 eleitores em 39 municípios do Estado, de 12 a 14 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

MIGRAÇÃO

A virada de Robinson Faria pode significar que muitos dos eleitores que votaram no professor Robério Paulino, do PSOL, no primeiro turno, agora estão com o peessedista. Robério teve 129,6 mil votos, o que representou quase 9% dos votos válidos do primeiro turno.

Contudo, ainda assim, Robinson não teria tanta vantagem se o próprio Henrique Alves também não tivesse perdido voto, conforme apontou o Ibope. E essa perda de votos pode ser resultado dos ataques feitos por Robinson, relembrando, no programa eleitoral do PSD, os escândalos que o candidato do PMDB se envolveu.

Quase metade do eleitorado do Estado rejeita candidatura de Henrique Alves

Os números da pesquisa Ibope desta quarta-feira não foram negativos apenas no aspecto de que Robinson Faria abriu uma vantagem de 8 pontos faltando 11 dias para a eleição no segundo turno. Foi negativo também por apontar que Henrique Eduardo Alves é rejeitado por 47% dos eleitores, o que representaria algo em torno do 1,1 milhão de eleitores. Considerando o universo de 2,3 milhões de pessoas aptas a votar no Rio Grande do Norte, isso significaria que quase metade dos eleitores não vota em Henrique.

Segundo a pesquisa do Ibope, o nome de Robinson Faria é rejeitado por 35% dos eleitores potiguares. Pelo menos 15% disseram não rejeitar nenhum dos dois e 8% disseram não saber ou não quiseram responder.

Essa rejeição de Henrique cresceu consideravelmente se comparada a pesquisa do Ibope divulgada no dia 29 de setembro, portanto, ainda no primeiro turno da disputa. Com mais candidatos em disputa, Henrique foi citado como “não vota de jeito nenhum” por 37%. Robinson Faria teve 27%; Araken Farias (PSL), 25%; Simone Dutra, 21%; e Robério Paulino, 16%.

Dilma mantém 30% de vantagem sobre Aécio

O Ibope ouviu também a intenção de votos para o Governo Federal e, nesta disputa, os números se mantiveram parecidos com os de primeiro turno: com a atual presidente Dilma Rousseff, do PT, 30% a frente de Aécio Neves, do PSDB. Afinal, a petista conseguiu 65% das intenções de voto, contra 35% do senador tucano/ex-governador de Minas Gerais.

Esses, ressalta-se, são os votos válidos. Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Considerando os votos totais, Dilma teve 59% das intenções de voto. Aécio Neves ficou com 32%. Votos brancos e nulos somaram 6% e indecisos, 3%.

No primeiro turno, Dilma Rousseff conseguiu 60% dos votos e Aécio Neves, 19,82%. Isso significa que o tucano conseguiu absorver boa parte dos votos de Marina Silva, que conseguiu 17% dos votos dos potiguares no primeiro turno.

 NACIONAL

Apesar da vantagem no RN, se considerado todo o País, Dilma Rousseff ficou atrás de Aécio Neves. O candidato tucano teve 51% das intenções de voto, contra 49 da petista. Com isso, os dois estão empatados tecnicamente segundo o instituto.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.