PENDÊNCIAS RN-ARTIGO – COM ACORDO OU SEM ACORDO


Estamos diante de fatos políticos em que se enlaçam decisivos fatos no Rio Grande do Norte.
Nestes momentos, surgem os tabus. Um deles o PT da Governadora Fátima Bezerra, unir-se ao MDB. Que em meio a este acordo, o populismo é inevitável.
A verdade é que todos os males dos partidos políticos residem em suas manipulações, e nestes acordos mesmo feitos com boas intenções, as bases não participam deles.
Não façamos nenhuma medida de valores, mas o processo político é um processo de disputas, o que é legítimo. A sucessão, queiramos ou não queiramos, está polarizada. Não há nenhum vislumbre de algum fato que possa alterá-la.
Constatamos que neste acordo o deputado estadual Nelter Queiroz que faz oposição ao Governo do Estado, já anunciou que se o MDB apoiar a reeleição da Governadora Fátima Bezerra, vai pedir desligamento do partido.
Com acordo ou sem acordo, reconhecemos que a eleição na democracia é feita para resolver conflitos, é a periodicidade dos mandatos, é a alternância no poder.
É o debate das ideias, é a controvérsia.
Esqueçamos os acordos, estamos vivenciando ao fim das ideologias, precisamos agora é da vitória da democracia representativa, como forma de governo e da economia de mercado, geração de empregos e mãos de obras, como o caminho para melhorar a qualidade de vida dos nossos conterrâneos.
CHICO TORQUATO

 



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.