Paraplégico com exoesqueleto dá chute durante abertura da Copa do Mundo


144573

Um paraplégico deu o primeiro chute da Copa do Mundo 2014 durante a abertura no estádio Itaquerão, em São Paulo. A exibição faz parte do Projeto Andar de Novo, comandado pelo cientista brasileiro Miguel Nicolelis e desenvolvido no Instituto Nacional de Neurociências de Natal – Edmond e Lily Safra (IINN-ELS).

O chute aconteceu no momento da abertura e não chegou a ser mostrado integralmente durante a transmissão na televisão, o que gerou reclamações de vários internautas nas redes sociais.

O projeto, financiado pela Finep com R$ 33 milhões, envolveu cientistas e especialistas de 25 nacionalidades. O objetivo do projeto é desenvolver uma tecnologia de interface cérebro-máquina que permita a pessoas com mobilidade restringida – como paraplégicos – voltar a andar usando a mente para controlar um equipamento externo, que substituiria os membros inferiores.

Na avaliação do neurocientista, é apenas o começo de um futuro em que pessoas com paralisia poderão abrir mão de cadeiras de rodas e, literalmente, andar de novo. O projeto é financiado pela Finep – Inovação e Pesquisa, empresa pública do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), no valor de cerca de R$ 33 milhões.

Em maio foi concluída a fase de testes. Dessa forma, todos os objetivos científicos, clínicos e tecnológicos dessa fase do projeto foram alcançados. Os resultados serão apresentados à comunidade científica por meio de publicação em revistas científicas nos próximos meses.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.