A PALAVRA DO DIA- “Não ter tempo para Deus, é viver perdendo tempo.”


http://1.bp.blogspot.com/-_of_4LyyCsA/UfgHBmNQfpI/AAAAAAAAANc/dwgzyHmHw20/s1600/pedras-preciosas1.bmp
 “Não ter tempo para Deus, é viver perdendo tempo.”
Pela infinita misericórdia de Deus, vamos estudar sobre as pedras preciosas, mencionadas em várias passagens bíblicas, mas iremos nos aprofundar, em Ezequiel 28:13; Êxodo 28:17-20.
Dividiremos o estudo em duas partes
As pedras preciosas simbolizam a palavra de Deus e a sua multiforme maneira de agir.
Jesus é a nossa pedra angular de esquina, ele é o verbo de Deus, e aquele que tem sua casa alicerçado sobre a rocha (Palavra) não será derrubado, e nem abalado quando vier os fortes temporais, nem com os ataques de satanás.
Em Ezequiel 28:13-15 Fala de lúcifer simbolizado pelo rei de Tiro, diz:
Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.
Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.
Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti.
E lúcifer era coberto de toda pedra preciosa, ou seja A Palavra de Deus era o seu adorno, até que foi achado iniquidade nele, e foi destituído da glória de Deus. Lúcifer era coberto por nove pedras preciosas, na numerologia bíblica 9 é o cumprimento de uma promessa ou aliança.

                    1ª parte do estudo Ezequiel 28:13.

Gostaria de iniciar falando sobre a Sardônica ou ônix.

–  É uma pedra preciosa, uma espécie de mármore com camadas policrômicas (coloridas). O ônix é uma pedra de várias cores. Uma cor muito comum de se encontrar é o ônix é de cor preta.

Nos mostra com isso as diversificações da palavra, que age em nossas vidas, somos alcançados todos os dias com uma palavra de cura, uma palavra de libertação, de livramento e etc…
Vamos analisar a cor preta do ônix, De um modo natural preto simboliza luto e morte na simbologia bíblica o Preto simboliza fome e sofrimento (Ap 6:5,6).
Isso nos mostra que se abandonarmos a palavra da verdade, a morte, o sofrimento, a fome nos alcançarão. Estamos vivendo na época da apostasia, muitos estão mortos espiritualmente, e vivendo em sofrimentos profundos por abandonarem a palavra de Deus. Amós 8:11,12 está se cumprindo, está havendo fome e sede da palavra de Deus, não se prega mais a verdadeira palavra da verdade, o verdadeiro evangelho de Cristo foi deixado pra trás, criaram o seu próprio evangelho, dos prazeres carnais e bens terrenos.
Arrepende-te enquanto há tempo, abandona o pecado, deixa o teu eu morrer para que  vejas a glória de Deus.

A sardônica ou ônix é a segunda pedra da Quarta ordem das doze pedras do sumo-sacerdote (Êx 28:20) e o décimo fundamento da Nova Jerusalém (Ap. 21:20). Estudaremos com mais profundidade sobre a colocação desta pedra no peitoral do sacerdote na segunda parte do estudo, tem um significado muito importante.

Vejamos cada pedra preciosa do texto citado. (Ez. 28:13)

– Sárdio é uma pedra preciosa de cor clara, com tons, amarelados envermelhados.
Simboliza a transparência da Palavra de Deus, o amarelo é a cor do ouro, e nesse contexto simboliza a glória de Deus, o vermelho simboliza o sangue de Cristo Jesus.
Com essa simbologia, entendemos claramente, que a palavra de Deus nos esclarece, nos mostra, que só veremos a glória de Deus, se estivermos, guardando a sua palavra, e se estivermos banhados no sangue do cordeiro.

– Topázio é uma pedra preciosa pode ser encontrada em diversas cores, mas a cor mais comum é a amarela.

Vamos falar do amarelo, como já falamos no item anterior que amarelo simboliza a glória de Deus, depende muito do contexto, em Apoc. 6:8, nos fala do cavalo amarelo que simboliza a morte. Então devemos ter muito cuidado, pois a mesma palavra que nos faz ver maravilhas extraordinárias de Deus, nos faz ver a sua glória (se formos fiéis a ela), é a mesma palavra que nos condenará a morte eterna (se a rejeitarmos).

– Diamante é uma pedra preciosíssima, de cor clara, transparente, o mais brilhante, o mais duro e o mais límpido dos minerais, de muito valor. Um diamante é mais valioso a medida em que sua cor é mais próxima ao incolor.

O diamante simboliza a firmeza e transparência da palavra, a palavra é a rocha, a palavra é a luz que ilumina e nos faz ver com clareza com transparência os perigos que pode nos alcançar longe dessa palavra. Prefira a morte, mais não abra mão da palavra de Deus, não troque a eternidade por um momento, como fez satanás.

Veja o que Deus disse para Ezequiel:  Eis que fiz duro o teu rosto contra os seus rostos e dura a tua fronte contra as suas frontes.

Fiz a tua fronte como diamante, mais dura do que a pederneira. Não tenhas medo deles, nem te assustes com os seus semblantes, ainda que são casa rebelde (Ezequiel 3:8-9).
Temos essa palavra gloriosa que nos faz trinfar e vencer, que nos torna fortes, duros, prontos, para resistirmos as astutas ciladas do diabo, pois ele sabe o que perdeu, e que pra ele não tem mais volta, então ele fará de tudo pra nos afastar da presença de Deus.

– Turquesas; são pedras preciosas que são encontradas nas cores azul e azul esverdeadas, as turquesas azuladas são mais valiosas do que as esverdeadas.

Vamos falar do azul, azul é naturalmente a cor do céu. Na Palavra de Deus também é cor celestial, Êxodo 24:10, Ezequiel 1:26 (safira-pedra preciosa azul).
O azul nos mostra uma ação direta do céu, Veja o que diz o livro de Ester 8:15: Então Mardoqueu saiu da presença do rei, vestido de um traje real azul celeste e branco, trazendo uma grande coroa de ouro, e um manto de linho fino e de púrpura, e a cidade de Susã exultou e se alegrou.
Aqui houve uma ação direta do céu, Deus exaltou o seu servo Mardoqueu. Quando somos fiéis ao Senhor e nos vestimos da sua palavra ele cuida de nós e ao seu tempo nos exaltará.

– Jaspe; O jaspe é uma variedade semicristalina de agregado de quartzo opaco, finamente granulado, de cores diversas e aspectos muito variados, manchado irregularmente ou com camadas, sendo a cor mais comum a vermelha.

O jaspe mais comum é o vermelho, na simbologia bíblica vermelho a cor do sangue e lembra sacrifício. Dependendo do contexto, essa  cor se refere a obra redentora de Cristo ao oferecer sua vida em sacrifício derramando seu sangue pelos pecados, temos a vitória pelo sangue do cordeiro ( Levi tico 17:11, Isaias1:18, Mateus 27:28). Na dispensação do governo do anticristo significará a guerra (Ap 6:4)

Nos mostra com essa simbologia que só o sangue de Jesus nos garante vitória, e que se quisermos vencer estaremos em uma guerra constante contra o nosso eu, temos que vencer todos os dias, só assim escaparemos da ira futura, do dia da vingança do nosso Deus.

Nossa vitória já está garantida através do sangue de Jesus, se valorizarmos o seu sacrífico e não amarmos a nossa vida, mesmo em meio a face da morte.
Veja:
Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram; diante da morte, não amaram a própria vida (Ap. 12:11).

– Safira é uma pedra preciosa de cor azul ,e que se aproxima do diamante em termo de solidez.
Como já falamos do azul, que também simboliza uma ação direta do céu pra beneficiar aqueles que creem na palavra, temos que ter uma vida de solidez, alicerçados na palavra todos os dias, rejeitando as heresias que tem se introduzido em lugares com nome de igrejas.

– Carbúnculo a cor principal é a vermelha. Seu nome vem do grego “pyros” para fogo. Cor variável, a vermelha, mais ou menos voltada para a tonalidade castanha, sendo a mais procurada. Era chamada “carbúnculo” que significa, vermelho como brasa.

Como já mencionamos sobre o vermelho que tem vários significados na simbologia bíblica, e a mais notável é o sangue de Jesus, nos mostra que quando temos a cobertura do sangue de Cristo, o fogo de Deus arde constantemente em nossas vidas nos dando vitórias, e fazendo que tenhamos sempre acesas dentro de nós a brasa da esperança, que um dia Jesus voltará e nos levará para si.

– Esmeralda, é uma pedra de cor verde clara e verde escura, sem nenhuma outra mistura.

A cor verde na simbologia bíblica significa fartura, bonança, suprimento, prosperidade (Gn 1:30; 9:3 ; Sl. 23:2; 52:8.)
Isso nos mostra que se não nos misturarmos com as coisas do mundo, não nos contaminarmos com o pecado, mantermos a nossa vida em comunhão, e santificação, desfrutaremos do melhor de Deus, ele nos fará prosperar, financeiramente, espiritualmente, fisicamente se guardamos a sua palavra sem mistura. Ele (Deus) segundo as suas riquezas, suprirá todas as nossas necessidades em glória por cristo Jesus (Filipenses 4:19).
E satanás desfrutou de uma glória imensurável de Deus, pois o ouro também fazia parte do seu adorno.

O intuito dessa primeira parte do estudo sobre as pedras preciosas, que era a cobertura de satanás, o texto diz que essas pedras foram preparadas no dia em que satanás foi criado, Deus preparou o melhor pra satanás, o cobriu com a sua palavra, ele viu literalmente a glória de Deus.

Devemos ter cuidado para não pecarmos contra o Senhor, como foi o caso de lúcifer, ele foi condenado ao inferno, pela mesma palavra que o adornava, e fazia ele ver a glória de Deus. Cuidado não brinque com Deus, Ele é amor, mais também é fogo consumidor.
Para lúcifer não há mais tempo, pois a decisão foi tomada em uma camada chamada eternidade, a decisão tomada lá não pode mais voltar atrás.
Examine a sua vida, pois ainda há tempo de se arrepender e largar a vida de pecado. E satanás fará de tudo pra nos tirar do caminho do Senhor, pois ele sabe o que está preparado para nós, ele experimentou da gloriosa presença de Deus, da sua glória o cobrindo, ele sabe que as pedras preciosas farão parte da Nova Jerusalém Ap. 21:18, os fundamento da cidade terão 12 pedras preciosas, entre elas as que adornava satanás, satanás perdeu isso quando se rebelou contra o Senhor, vigiemos pois satanás anda ao nosso derredor bramando como leão procurando quem possa tragar(I Pe 5:8).
Na numerologia bíblica o numero 9, pode representar o cumprimento de uma promessa ou aliança (Mc 15:34 — hora nona/ Gn.17 Abraão 99 anos — Sara 90 anos / A mulher aguarda nove meses para dá a luz.

Observe que são 9 pedras preciosas que fazem parte do adorno de lúcifer, nesse contexto representa aliança, Deus tinha uma aliança com Lúcifer, ele andava no meio de pedras afogueadas, foi criado para proteger, e jogou tudo isso fora, pois deixou a iniquidade encher o seu coração, ele desejou ser semelhante o altíssimo. Como caíste desde o céu, ó Lúcifer, filho da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!

E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.
Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo (Is. 14:12-15).

Satanás não cumpriu a sua parte na aliança, e foi lançado ao inferno. Se não cumprirmos a nossa parte na aliança seremos destituídos da glória de Deus, como foi satanás.
Para nós foram preparadas, doze pedras preciosas (Ap 21:18-21) E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade de ouro puro, semelhante a vidro puro.
E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda a pedra preciosa. O primeiro fundamento era jaspe; o segundo, safira; o terceiro, calcedônia; o quarto, esmeralda;
O quinto, sardônica; o sexto, sárdio; o sétimo, crisólito; o oitavo, berilo; o nono, topázio; o décimo, crisópraso; o undécimo, jacinto; o duodécimo, ametista.
E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era uma pérola; e a praça da cidade de ouro puro, como vidro transparente.

Na numerologia bíblica o numero 12 representa a plenitude (uma ação direta da divindade).

– Deus dividiu Israel em 12 tribos.
– Jesus escolheu 12 apóstolos.
– Na multiplicação dos pães sobejaram 12 cestos.
– foi enviado a Jericó 12 espias
– Apocalipse fala de 12 portas e 12 fundamentos

Isso significa que a plena  glória de Deus só verá quem for fiel a Ele até o fim, e receber a coroa da vida, nós veremos plenamente, a glória de Deus, quando adentrarmos as mansões celestiais, a nova Jerusalém, que descerá dos céus para aqueles que aceitaram o Senhorio de Cristo e não aceitaram a sugestão do diabo de se rebelar contra Deus.

Portanto, pense nisso, satanás sabe que o que tem preparado para nós e muito maior do que ele desfrutou; nos assentaremos no trono que Jesus está assentado, teremos uma pedrinha branca com um novo nome, e desfrutaremos do deslumbro das 12 pedras preciosas, das quais faltaram 3 no adorno de satanás. Desfrutaremos plenamente da glória de Deus.
2ª Parte do estudo Êxodo 28:17-21

Deus mandou com que fosse posta 12 pedras preciosas no peitoral dos sacerdotes, e que cada pedra deveria ter o nome de cada filho de Israel, mais o interessante que me chamou bastante a atenção é que as pedras seriam divididas em quatro ordens, três pedras em cada ordem, e isso tem uma simbologia fantástica. Pela infinita graça de Deus estudaremos detalhadamente as ordens de cada pedra e o seu significado.
E o encherás de pedras de engaste, com quatro ordens de pedras; a ordem de um sárdio, de um topázio, e de um carbúnculo; esta será a primeira ordem;
E a segunda ordem será de uma esmeralda, de uma safira, e de um diamante;
E a terceira ordem será de um jacinto, de uma ágata, e de uma ametista;
E a quarta ordem será de um berilo, e de um ônix, e de um jaspe; engastadas em ouro serão nos seus engastes.

Na numerologia bíblica o numero 3 representa uma operação que envolve a trindade (Deus pai, Deus, filho e Deus Espírito Santo).
No batismo de Jesus a trindade se fez presente, O próprio Jesus, o Espírito Santo em forma corpórea de pomba, e a voz de Deus, dizendo: Este é o meu filho amado em que me comprazo (Mat 3:16,17).
Numero 4, representa uma ação de Deus que abrange os 4 cantos da terra. Nos faz lembrar dos 4 pontos cárdeas/os 4 evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João).
Como já estudamos nos itens anteriores numero 12 significa plenitude, e pedras preciosas simbolizam a palavra de Deus.
Todos esses itens juntos significa que:

Deus Pai, Jesus, e o Espírito Santo, estão plenamente de acordo que a sua palavra alcance os quatro cantos desta terra, libertando os cativos, restaurando vidas, desfazendo as obras do diabo e fazendo que tenhamos vida, e vida em abundancia.

              Primeira ordem das perdas preciosas

Sárdio – Ruben, (Gn 29:32) o primogênito de Jacó. Veja o que foi dito a respeito dele em Gn. 49:3,4

Ruben, tu és meu primogênito, minha força e o princípio de meu vigor, o mais excelente em alteza e o mais excelente em poder.
Impetuoso como a água, não serás o mais excelente, porquanto subiste ao leito de teu pai. Então o contaminaste; subiu à minha cama.
Ruben representa a própria nação de Israel, o primeiro povo escolhido. Veio para o que era seu (Israel) mas os seus não o receberam (João 1:11). Assim como Rebém adulterou (dormiu com a mulher do seu pai) Israel adulterou contra Deus prostituindo-se e indo apos outros deuses, e rejeitou o senhorio de Deus, por isso não foi o povo mais excelente, como Deus queria que fosse.

– Topázio – Simeão (Gn 29:33), essa pedra tinha o nome de Simeão o segundo filho de Israel. Veja o que Jacó disse para Simeão em Gn. 49:5-7.
Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência.
No seu secreto conselho não entre minha alma, com a sua congregação minha glória não se ajunte; porque no seu furor mataram homens, e na sua teima arrebataram bois.

Maldito seja o seu furor, pois era forte, e a sua ira, pois era dura; eu os dividirei em Jacó, e os espalharei em Israel.
Simeão representa aqueles que estão na igreja, que pensam que são crente, que é filho de crente, mas não perdoa, guarda magoa, ira, rancor, e quando tem a primeira oportunidade se vinga.
Jacó reprovou o ato de violência de Simeão, quando junto com Levi mataram os Siquemitas, porque desonraram Diná. Deus reprova o ato de violência de todos os que não obedecem a sua palavra, de todos os que usam o seu nome para praticar atos abomináveis, usando o nome de Deus, quando na verdade Deus os está reprovando, e não verá a glória de Deus, pois ao invés de colherem benção colherão maldição, e serão espalhados pelo próprio Deus e se não se arrependerem não entrarão na terra prometida.

– Carbúnculo – Levi (Gn 29:34), o terceiro filho de Israel. Veja o que é dito a respeito de Levi em Gn.49:5-7

Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência.
No seu secreto conselho não entre minha alma, com a sua congregação minha glória não se ajunte; porque no seu furor mataram homens, e na sua teima arrebataram bois.
Maldito seja o seu furor, pois era forte, e a sua ira, pois era dura; eu os dividirei em Jacó, e os espalharei em Israel.
Aqui é mencionada a matança que foi feita aos siquemitas, por meio de Simeão e Levi, por causa do que fizeram a Diná.
Tanto pra Levi, como para Simeão foram ditas as mesmas palavras, pelo fato de está junto com Simeão na matança dos siquemitas, mas a tribo de Levi se posicionou junto a Moisés e rejeitou o bezerro de ouro, por isso a sua sorte foi mudada e essa tribo recebeu a função sacerdotal. As misericordiosas do Senhor são a causa de não sermos consumidos, quando mudamos de atitude e nos posicionamos na presença do Senhor, Ele muda a nossa sorte.
Levi representa A Igreja lavada e remida pelo Senhor, representa todos aqueles que se arrependem dos seus pecados, que aceitaram a Cristo como Senhor e foram restaurados pelo Senhor.
Somos levitas do Senhor. Levitas não é quem é responsável por músicas como dizem em algumas denominações, isso não está na Bíblia, levitas são todos aqueles que cuidam, que zelam pela Casa do Senhor, pois essa era a verdadeira função de um levita, como é também a nossa, zelar pelos átrios do Senhor, isso incluiu todo o ministério e não somente a parte da música. Leia Números capitulos 4 e 18.
Os levitas se disporam a servir ao Senhor e não quiseram servir os falsos deuses leia Êx. 32: 26,27,28) Somos levitas do Senhor não nos prostramos diante dos falsos deuses e nem das imagens de esculturas. Esta tribo não recebeu herança na terra. A herança da tribo de Levi era o Senhor. Eles receberam o ofício sacerdotal (Dt 33.8). A herança da Igreja, não é aqui na terra e sim nos Céus, como diz o apóstolo Paulo: Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo (Filipenses 3:20).

      Segunda ordem das pedras preciosas

– Esmeralda – Judá (Gn 29:35) O quatro filho de Israel. Veja o que o próprio Israel diz a respeito de Judá em Gn 49:9-12
“Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão.
Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará?
O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.
Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas.
Os olhos serão vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite”

A tribo de Judá tinha por simbolo na sua bandeira um leão, por isso a expressão Jesus é o leão da tribo de Judá. De Judá veio Davi que ocupou o trono de Israel e a partir dele o cetro não se arredou da tribo de Judá.

Judá representa o próprio Cristo; Veja o que diz Apocalipse 5:5, sobre Jesus:

 E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.

Observe a parte do texto que fala; que virá Siló e a ele se congregará os povo, fala do jumentinho, fala de sangue, tudo isto apontando para Cristo. A cristo todos os povo congregarão no reino milenar, ele veio e na entrada triunfal de Jerusalém, entrou montado em um jumentinho, derramou seu sangue na cruz,pra nos redimir dos nossos pecados, e nos trouxe santificação através da sua palavra (dentes brancos de leite).

– Safira  – Dã (Gn 30:6), o quinto filho de Israel, segundo os estudiosos os Danitas se tornaram imorais e inescrupulosos, em atos de represália contra os seus vizinhos que invadiam frenquentemente suas terras. Em Juizes 18:1-31, nos fala da idolatria dos Danitas.

Veja Gn 49:17,18 o que foi dito por Israel a respeito de Dã:

Dã será uma serpente à beira da estrada, uma víbora à margem do caminho, que morde o calcanhar do cavalo e faz cair de costas o seu cavaleiro. Ó Senhor, eu espero a tua salvação!
Serpente dependendo do contexto representa, traição, o inimigo das nossas almas (Gn.3:1; Ap. 12:9). O diabo que é traiçoeiro quer nos tirar do caminho que é Cristo. Observe as frases: Serpente a beira da estrada, víbora a margem do caminho, significa que está de fora, está a margem, está na beira, e não no caminho.
Logo podemos afirmar que:
Dã representa a Igreja que vai ficar, que não será arrebatada, e que terá chance na grande tribulação (A Tua Salvação espero ó Senhor).
Observe que em Apocalipse 7:4-8 a tribo de Dã não é mencionada, essa tribo ficou de fora porque não guardou A Palavra e entrou pelo caminho da idolatria (Jz 18), mas se arrependerem serão salvos (A Tua Salvação espero ó Senhor).
Aqueles que pensam que estão no caminho, mais estão á margem, á beira, não se entregaram totalmente a Cristo e são enganados pelo diabo, e ficarão no arrebatamento da Igreja.

– Diamante – Nafitali (Gn 30:8) O sexto filho de Israel. Veja o que foi dito a respeito de Nafitali em Gn. 49:21 por Israel seu pai:

Nafitali é uma cerva solta; ele dá palavras formosas. Ele foi comparado a uma cerva um animal muito ágil.
Nafitali reprenta os que são livres em Cristo Jesus, e anuncia as Boas Novas, os que tem agilidade, pressa para anunciar Cristo Jesus, o nome mais belo e formoso de todos os nomes. Os que estão prontos para a guerra, não medem esforços para a obra do Senhor, estão sempre com a Espada (Palavra de Deus) para destruir os inimigos e libertar os cativos.
Segundo a história, que conta o dicionário bíblico, sobre a tribo de Nafitali, por ocasião do Êxodo, a tribo de Naftali tinha 53.400 homens, prontos a pegar em armas (Nm 1.43 – 2.30). Sob o governo de Baraque distinguiram-se valentemente os naftalitas e os zebulonitas contra o exército de Jabim, o mais novo – e conforme o desejo de Gideão, eles perseguiram os midianitas (Jz 4.10 – 5.18 – 7.23). Mil outros capitães, à frente de 37.000 homens, auxiliaram a coroação de Davi (1 Cr 12.34, 40).
 Terceira ordem das pedras preciosas

– Jacinto – Gade (Gn 30:11) o sétimo filho de Israel. Veja o que é dito de Gade por seu pai Israel em Gn 49:19:

Quanto a Gade, uma tropa o acometerá; mas ele a acometerá por fim.
Gade representa o remanescente de Israel que será salvo (Zc 14:1-12). Uma tropa o perseguirá; os inimigos de Israel irão persegui-los, mais o Senhor lhes darão vitórias e serão salvos pelo Senhor Jesus.
Veja o que diz Romanos 9:26,27.
“Acontecerá que, no mesmo lugar em que se lhes declarou: `Vocês não são meu povo`, eles serão chamados `filhos do Deus vivo”.
Isaías exclama com relação a Israel: “Embora o número dos israelitas seja como a areia do mar, apenas o remanescente será salvo.”

Ágata – Aser (Gn 30:13) o oitavo filho de Israel. Veja o que diz Jacó a respeito de Aser em Gn. 49:20:

De Aser, o seu pão será gordo, e ele dará delícias reais.

Aser, representa aqueles que tem as sua necessidades supridas pelo Senhor, são próspero, o pão é farto, e prova de todas as delícias reais, pois somos príncipes e princesas do Senhor.
Veja Deuteronômio 33:24: A respeito de Aser disse: “Bendito é Aser entre os filhos; seja ele favorecido por seus irmãos, e banhe os seus pés no azeite!”

Banhar os pés em azeite significa prosperidade, natural e espiritual, pois o azeite na época era uma fonte de grande valor, e meio de subsistência, e simboliza o Espírito Santo.
Bendito são aqueles que são prósperos pela palavra de Deus. Não estamos falando da falsa teologia da prosperidade, onde os lobos estão arrancando a pele das ovelhas e fazendo comercio das mesmas (2 Pe. 2), estou falando dos verdadeiros servos de Deus que de nada tem falta, pois são supridos pelo Senhor.

– Ametista – Issacar (Gn 30:18) o nono filho de Jacó. Veja o que foi dito ao seu respeito em Gn. 49:14,15:

Issacar é jumento de fortes ossos, deitado entre dois fardos.
E viu ele que o descanso era bom, e que a terra era deliciosa e abaixou seu ombro para acarretar, e serviu debaixo de tributo.
Issacar representa aqueles que estão na Igreja, mas o mundo não saiu de dentro deles, se submetem aos homens para usufruírem das coisas naturais, aceitam o julgo dos homens e de satanás (dois jugos).
Jumento é um forte animal de carga que se submete ao julgo, ao fardo humano. Os homens desta  tribo  preferiram se submeter aos cananeus pagar tributos, e gozar das regalias da terra, passaram por vergonha e submissão, foram escravos para ter mordomias.
Não muito diferente dos nossos dias, homens que se dizem pastores, e fazem aliança com políticos, para benefícios próprios, estão debaixo do mesmo julgo, e sendo dominado pelo príncipe deste mundo.
Quarta ordem das pedras preciosas

– Berilo – Zebulon (Gn 30:20) o décimo filho de Jacó. Veja o que disse Jaco a respeito de Zebulon em Gn 49:13

Zebulom habitará no porto dos mares, e será como porto dos navios, e o seu termo será para Sidom.
Como Isaías profetizou (Is 9.1), a tribo de Zebulom comandava o “caminho do mar”, ocupando assim “a abundância dos mares e os tesouros escondidos da areia” (Dt 33.19).

O Novo Dicionário da Bíblia (J. D. Douglas, 1995, p. 1675) se refere a terra de Zebulom como sendo uma terra frutífera (ver 1 Cr 12.40) e além disto diz-se de Zebulom que a tribo detinha uma altíssima reputação de patriotismo em Israel (ver 1 Cr 12.33).

A tribo de Zebulom desempenhou um papel importante na guerra de libertação liderada por Baraque e Débora contra os opressores Jabin e Hazor (Jz 4:6-10; Jz 5:14-18). Foi também importante na guerra liderada por Gideão contra os midianitas (Jz 6:35) (Dicionário bíblico)

Zebulon representa aqueles que tem Cristo como o seu porto seguro, porto dos mares simboliza A Palavra de Deus, pois dependendo do contexto mares, águas na simbologia bíblica representa A Palavra de Deus. Estaremos seguros, somente se habitarmos no porto seguro que é Cristo.

– Ônix ou sardônica – José (Gn. 30:24). o décimo primeiro filho de Jacó.

Veja o que foi dito a respeito de José Gn 49: 22-26
José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto à fonte; seus ramos correm sobre o muro.
Os flecheiros lhe deram amargura, e o flecharam e odiaram.
O seu arco, porém, susteve-se no forte, e os braços de suas mãos foram fortalecidos pelas mãos do Valente de Jacó (de onde é o pastor e a pedra de Israel).
Pelo Deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-Poderoso, o qual te abençoará com bênçãos dos altos céus, com bênçãos do abismo que está embaixo, com bênçãos dos seios e da madre.
As bênçãos de teu pai excederão as bênçãos de meus pais, até à extremidade dos outeiros eternos; elas estarão sobre a cabeça de José, e sobre o alto da cabeça do que foi separado de seus irmãos.

Sabemos que na tipologia bíblica José é um tipo de Cristo, mas neste contexto, José representa a igreja perseguida, e triunfante que é traída pelos falsos irmãos, que não compactua dos mesmos ideais do mundo, que sonha, sonhos espirituais, que é odiada por não andar no mesmo sistema de valores do mundo, mais que se mantem fiel, em meios as provações e injustiças, e que no tempo certo será exaltada, e que junto com Cristo reinará no milênio.
Será tirada desta terra e ouvirá:
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo (Mateus 25:34).

Interessante que na primeira parte desse estudo estudamos sobre as cores das pedras preciosas, e a ônix  ou sardônica que representa Jose, nos faz lembrar das diversas cores que tem essa pedra, em especial a cor preta e logo lembramos da túnica colorida, que Jose ganhou do seu pai Jacó, a qual seus irmãos ficaram com mais raiva, depois da túnica invejaram Jose ainda mais. A túnica representa proteção, (Era de manga longa e até aos pés, pra proteger do sol), autoridade, (era usada pela realeza) de acordo com os costumes antigos a túnica era dada ao primogênito,como confirmação da autoridade que era dada ao primogênito, para agir com liberdade na falta do pai. A capa foi dada a José (Igreja) simboliza que Rubem (Israel) havia perdido o direito da primogenitura.
Veja o que diz a Bíblia: Veio para o que era seu,(Israel) mas os seus não o receberam.
Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, (Gentios, igreja) deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus. Nesse contexto a túnica representa a autoridade que Cristo outorgou a sua igreja, lhe dando dons e maravilhas, (varias cores, diversificação da palavra) e autoridade sobre satanás, Ele nos deu autoridade pela sua palavra pra que tudo o que ligarmos na terra, seja ligado nos céus, e tudo o que deligarmos na terra seja desligado nos céus.

– Jaspe – Benjamim (Gn 35:16-19) o décimo segundo filho de Jacó. Veja o que foi dito a respeito dele por seu pai Jaco em Gn. 49:27:

Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã comerá a presa, e à tarde repartirá o despojo.

Algumas características dos Lobos:

Lobo é um animal de caça, um animal feroz, que vai atras da presa e não desiste até conseguir.
Lobo tem saliva curativa.
Lobo tem ouvidos aguçado, olfato apurado, e visão noturna

As palavras de Jacó a respeito de Benjamim mostra seus descendentes como corajosos guerreiros. O apóstolo Paulo também era da tribo de Benjamim  (Rm 11.1; Fp 3.5).

Benjamim representa A Igreja, militante, que está militando em busca da sua caça, do seu objetivo (morar nas mancões celestiais). que luta para conquistar as coisas espirituais, e que no futuro (manhã e tarde; comerá a carne e repartirá o despojo), serão supridos de todas as suas necessidades por Cristo Jesus, e ainda repartem do que tem com os famintos, que estão a perecer por falta da Palavra.
Que Deus em Cristo Jesus nos abençoe por meio deste estudo, que venhamos por em praticar, valorizar e amar A Palavra de Deus, e que a cada dia venhamos crescer na graça e no conhecimento da sua Palavra.

Finalizo esse estudo te perguntando como você está espiritualmente? Você tem deixado A Santa Palavra de Deus moldar a tua vida, o teu caráter, tem deixado ela ser o teu adorno? Ou a tem trocado pelos aparentes prazeres do mundo e pelas propostas de satanás? Com qual simbologia dos filhos de Israel você tem se identificado? Pense nisso. Somente os que forem fiéis desfrutaram da glória que para nós está reservada nos céus.

Disse Jesus: Sê fiel até a morte, e darti-ei a corôa da vida (Ap 2:10).

 

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !
Versão p/ impressão

 

A PALAVRA DO DIA- “Não ter tempo para Deus, é viver perdendo tempo.”
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *