A PALAVRA DO DIA-Não temas, a peleja não é vossa, senão de Deus


E sucedeu que, depois disto, os filhos de Moabe, e os filhos de Amom, e com eles outros dos amonitas, vieram à peleja contra Josafá. (2 Crônicas 20:1)

Qual seria a sua reação; se de repente viessem mensageiros até a sua casa anunciando que um grande e numeroso exército se levantara para destruir-te?

Mesmo sabendo, que em nossos tempos, já não é comum ouvirmos histórias de invasões repentinas de exércitos inimigos (ao menos na maioria dos países não acontece dessa forma), podemos entender como guerras; as dificuldades e problemas que aparecem sem avisar em nossas vidas, algumas vezes com a mesma proporção que chegaram ao rei Josafá.

A nossa capacidade de reagir e responder aos problemas dessa vida será determinante para o sucesso ou fracasso de nossa vida espiritual. Através do exemplo de Josafá podemos aprender lições importantíssimas sobre como reagir de forma sábia e efetiva em meio às nossas guerras.

1ª Lição – Quanto maior o inimigo – maior o livramento.

A proporção da batalha era 3 x 1. Josafá contra três exércitos distintos (2 Crônicas 20:1).

Os mensageiros traziam apressadamente o aviso e não eram notícias aprazíveis:

Então vieram alguns que avisaram a Jeosafá, dizendo: Vem contra ti uma grande multidão…           (2 Crônicas 20:2)

Uma grande multidão se aproximava de forma implacável, a missão era destruir, saquear e acabar com o reinado daquele que mesmo não sendo perfeito, havia mostrado boas coisas em seu reinado  (2 Crônicas 19:3).

A única certeza que podemos ter, quando virmos um grande número de problemas se aproximando; é a confiança de que quanto maior a batalha que enfrentamos – maior o livramento que Deus realizará por nós.

2ª Lição – Devemos buscar ao Senhor antes de responder o ataque.

Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá.                        (2 Crônicas 20:3)

Notemos que ele não deixou de sentir temor, reconhecia que o exército inimigo vinha até ele com uma enorme vantagem numérica. Porém, ele não permitiu que isso determinasse o fracasso. Imediatamente buscou ao Senhor, humilhou-se diante dAquele que tudo pode e tudo vê.

Não se tratava de uma fé utópica, muito menos de uma falsa percepção da realidade, era o temor humano buscando a fortaleza divina. E quando isso ocorre, Deus se levanta de seu trono para enviar a vitória aos seus filhos que clamam.

Ele decidiu esperar o conselho de Deus antes de qualquer ação bélica, sabia que lutar sem Deus, era lutar sozinho, preferiu esperar, mesmo em meio ao desespero, confiou no Nome Poderoso do Senhor.

3ª Lição – Não fique prostrado.

E pôs-se Josafá em pé… (2 Crônicas 20:5)

O momento de permanecermos prostrados é somente quando estamos implorando o favor do Senhor, uma vez que adquirimos a fé e recebemos as estratégias suficientes para sair à peleja, devemos estar de pé; deixar de lado os discursos de derrota, as queixas infundadas, as exigências de respostas como: Por quê Deus permitiu que se levantasse…

Quando Josafá entendeu que era hora de centrar sua oração em Deus e não nos problemas, colocou-se de pé, e proferiu uma das orações mais centradas em Deus de toda a Bíblia (2 Crônicas 20; 6-13).

4ª Lição – Quando nossa fé se transforma no combustível de nossa oração – O Espírito Santo aparece para nos ajudar e estender suas asas de Abrigo.

Então veio o Espírito do Senhor, no meio da congregação, sobre Jaaziel … (2 Crônicas 20:14).

Seja através de uma palavra, de um conselho, ou pela ação direta de seu poder, o Consolador sempre aparece quando nós mais precisamos.

5ª Lição – A resposta de Deus sempre será a mais acertada.

… Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus. (2 Crônicas 20:15)

Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor será convosco. (2 Crônicas 20:17)

Esperar foi a melhor opção para Josafá, poderia ter saído a guerra, sacrificado seus soldados, ou até mesmo cair ferido de morte no campo de batalha, mas ele preferiu confiar nAquele que nunca falha – O Senhor dos Exércitos!

Não perdeu nenhum soldado, a única instrução dada por Deus era; que eles deveriam louvar a majestade santa do Senhor. E que quão grande é a sua majestade, capaz de destruir os nossos inimigos, por mais poderosos que pareçam.

6ª Lição – A adoração – a melhor arma do crente.

E, quando começaram a cantar e a dar louvores, o Senhor pôs emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os das montanhas de Seir, que vieram contra Judá, e foram desbaratados.         (2 Crônicas 20:22)

Enquanto você louva, Deus põe emboscadas na vida de todos aqueles que procuram destruir sua alegria, seus sonhos e sua vida.

O povo de Deus está guardado pelo poder do Espírito Santo!

Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó tu que livras aqueles que em ti confiam dos que se levantam contra a tua destra.
Guarda-me como à menina do olho; esconde-me debaixo da sombra das tuas asas,
Dos ímpios que me oprimem, dos meus inimigos mortais que me andam cercando.
(Salmos 17:7-9)

 

Deus abençoe,

Rodrigo Faria

“Receba mensagens de bençãos diárias curtindo a minha página nofacebookwww.facebook.com/escritorrodrigofaria

Também estou no Twitter: twitter.com/PastorFaria”

A PALAVRA DO DIA-Não temas, a peleja não é vossa, senão de Deus
Avalie esta postagem



Loading...

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *