Um dos maiores sinais que antecedem a volta de Jesus é a apostasia – o abandono da fé. Alguns abandonam a fé porque passam a acreditar em outras coisas. Outros, porque já não creem em nada. Outros continuam crendo em Deus, mas perderam o ânimo.

Loading...

      É muito difícil caminhar nesta vida sem ter uma esperança que nos motive a viver. “Alegrai-vos na esperança e sede pacientes na tribulação (Rm 12:12)”.  Para ter paciência na tribulação, é preciso ter uma boa motivação para viver.

Nós vivemos pela fé, ou seja, vivemos porque existe uma promessa. A promessa pode ser específica, mas existem promessas em geral. A Bíblia é um livro de promessas. Mas de 8 mil promessas estão contidas nas Escrituras.

Hb 12:1 “Corramos com perseverança a carreira que nos está proposta”. Israel tinha a proposta de uma terra abundante. A Igreja tem a proposta de uma vida eterna e de um reino perfeito com Jesus. Uma coisa faço: Esquecendo-me das coisas que para traz ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. (Fp 3:13).

1. Recorde sempre o que Deus prometeu.

  • “Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés” (6).
  • “Quarenta e cinco anos há, desde que o Senhor falou estas palavras a Moisés” (10).
  • “Deus falou no deserto” (10).

Deus sempre tem um plano perfeito para a nossa vida. “Eu é que sei o plano que tenho para você. Plano de paz, não de mal, de um futuro e de uma esperança” (Jr 29:11).  “Estamos caminhando para o lugar que o Senhor nos prometeu”. (Nm 10:29).

Se Deus te deu uma palavra ela nunca vai se perder no caminho. O Senhor preserva a vida até que o plano dele se cumpra em nós. “O Senhor me conservou em vida” (10).

O Senhor sempre preserva em vida quem tem propósito firme. “Eu estou contigo e te guardarei em todo lugar onde fores, e te conduzirei a esta terra, porque não te deixarei enquanto não cumprir Eu tudo o que te prometi.”. (Gn 28:15).

José com certeza nunca se esqueceu das injustiças que seus irmãos cometeram. Mas também nunca se esqueceu dos sonhos que Deus lhe deu.

Os discípulos atravessaram o mar enfrentando uma grande tempestade, porque Jesus havia dito para eles: “Passemos para o outro lado”. (Mc 4)

Deus falou para Paulo que ele iria se apresentar a Cesar, em Roma. Não houve tempestade, nem serpente que pudesse impedir a sua chegada ali. “Mas agora vos admoesto a que tenhais bom ânimo, porque não se perderá a vida de nenhum de vós, mas somente o navio. Esta mesma noite o anjo de Deus, de quem eu sou e a quem eu sirvo, esteve comigo, dizendo: Paulo, não temas. Importa que sejas apresentado a Cesar, e Deus te deu todos os que navegam contigo. Portanto, senhores, tende bom ânimo, pois creio em Deus que há de acontecer assim como me foi dito.” (At 27:22-25).

Quando você recebe a Palavra de Deus no seu coração e se compromete com ela, cria-se uma aliança entre você e Deus. A partir desse momento eu não me torno apenas um servo de Deus, mas me torno a Sua propriedade. E Ele vai me proteger a qualquer custo.

A promessa de Deus é a sua proteção. “Dos homens que foram espiar a terra somente permaneceram vivos Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné.” (Nm 14: 37,38). “Não te deixarei, até que tenha cumprido aquilo que te tenho dito”.(Gn 28:15).

 

2. Aprenda a  viver pela fé, não pelo que vê. (7).

(Números 13:25-33). Os espias viram a terra prometida, mas prestaram mais atenção nas dificuldades do que nas bênçãos. Se consideraram como gafanhotos diante de gigantes. Eles trouxeram uma resposta daquilo que viram, mas Calebe respondeu aquilo que tinha guardado no coração. “Eu lhe trouxe resposta como sentia no meu coração”. (7).

Se você fixar os olhos nos problemas, você não conseguirá ver a resposta, só verá problemas. Mas se você olhar para dentro de você e recordar as promessas de Deus, você verá respostas que vem de Deus. A promessa de Deus que está dentro de você é maior que os desafios que estão do lado de fora. “Esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. “(I Jo 5:4).

O único campo que você pode desafiar o inimigo para lutar com ele  e vencê-lo, é o campo da fé. O inimigo não pode tirar a palavra que está dentro de você, mas ele pode desviar o seu olhar. Pedro disse a Jesus: “Senhor, manda-me ir ter contigo sobre as águas”. (Mt 14:28). Pedro quis dividir aquela responsabilidade com Jesus. Ele também tem responsabilidade nessa aventura. Se o Senhor me der uma palavra eu aceito o desafio, eu venço o impossível.

Ele foi, mas observando o vento, teve medo e começou a afundar. Pedro não afundou por causa das ondas. Ele afundou porque teve medo das ondas.

Antes de ir sobre as aguas, Pedro observou a palavra de Jesus, teve fé e andou sobre as águas. Antes de afundar,  Pedro observou as ondas, teve medo, e começou a afundar. O medo é a ausência de fé. A vitória na sua vida ou a derrota, dependem do que você está observando.

A resposta que você precisa dar para Deus ou para o inimigo ou para os seus problemas não está fundamenta naquilo que você vê, mas naquilo que você sabe, que está escondida no seu coração. “Cri, por isso  falei”. “Não duvidar no seu coração que se fará o que diz” (mc 11:23).

 

 

3. Persevere em seguir a Jesus.

“Meus irmãos que subiram comigo fizeram derreter o coração do povo. Eu porém, perseverei em seguir ao meu Senhor, meu Deus.” (8).

Cada dia é uma decisão para aquele que deseja  seguir ao Senhor. Nós temos a tendência de avaliar o evangelho olhando para o comportamento de pessoas. Um bom exemplo pode nos ajudar sim, mas a nossa fé não pode ficar fundamentada apenas nos exemplos dos outros. Calebe fazia parte de um grupo de 12 homens onde só um concordava com o que ele falava. Os outros dez eram contra a tudo o que ele cria e falava.  A fidelidade de Deus para comigo não pode ser medida pelo comportamento do meu irmão.

“Olhando firmemente para Jesus, o autor e o consumador da fé.” Hb 12:2). É por meio dele que a nossa fé começa,  e é Ele também quem a aperfeiçoa. Consumar traz o sentido de completar, aperfeiçoar. O aperfeiçoamento da fé passa pelo teste da provação. Toda decisão, toda resposta, passa pelo teste da perseverança.

Perseverar é continuar quando chega a vontade de desistir. Quando chega essa hora, nós temos duas opções: desistir de fato, ou continuar crendo. “Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que o amam.  (Tg 1:12).  Eu nunca vi uma promessa de bênção para quem desiste. Deus foi claro: “Se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele”. (Hb 10:38).

      Sua fidelidade a Deus será testada. Dt 8:2,3). “Lembrem-se de como o Senhor, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não.” Assim, ele os humilhou e os deixou passar fome. Mas depois sustentou com maná, que nem vocês nem os seus antepassados conheciam, para mostrar-lhes que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.”  “Assim como o Pai me amou,  eu vos amei; permaneçam no meu amor” (. Jo 15:9).

      Todos os dias você vai ter uma oportunidade de desistir de sua fé. Portanto, seguir a Jesus é uma decisão que se faz diariamente.

 

4.Renove sempre as  suas forças. (10,11).

“O Senhor me conservou em vida, como falou; quarenta e cinco anos há desde que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto. E agora já tenho oitenta e cinco anos de idade. Ainda estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal ainda é agora, para a guerra, para sair e para entrar.”

A vida cristã precisa ser vista como uma vida dinâmica. Tomamos decisões todos os dias, perseveramos diariamente e nos exercitamos diariamente também.

 

Como podemos nos fortalecer:

 

A). Firme-se nos fundamentos da palavra. (1).  A melhor maneira de renovar a força espiritual não é esperar uma nova palavra de Deus, mas é recordar o que Deus já falou. Nem sempre a força vem por uma palavra nova, mas por recordar o que Deus já nos ensinou. A renovação da nossa vida espiritual nem sempre vem pelo acontece do lado de fora, mas vem por aquilo que já está guardado dentro de nós. Por isso não desfalecemos. Ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Não atentamos nós nas coisas que se vêem, mas nas que não se vêem. Porque as que se vêem são temporais, mas as que não se vêem são eternas.” (II Co 4:16-18).

 

B.) A alegria do Senhor é a nossa força. Alegria é uma comemoração, uma reação a um fato que nos traz contentamento. A alegria do mundo é sempre uma resposta do que você recebe e do que você tem. Isso é sempre ligado ao que é temporal, passageiro, essa alegria tem que ser sempre renovada. Mas a alegria do Senhor é uma resposta daquilo que você dá ou daquilo que você é. E isso não está ligado ao temporal, mas está ligado ao que é eterno. Isso é durável. “Alegremo-nos na esperança”. “Regozijai-vos sempre no Senhor”. Isso traz força. Nos alegramos com o propósito, não com os resultados.

 

C.) “Fortalecei-vos na graça do Senhor.” Fortalecer-se no amor de Deus.  Se Deus me amou tanto assim, é porque eu tenho valor. Não se olhe como um gafanhoto, mas como um filho amado do Pai. Se Deus me amou tanto assim, existe um plano maravilhoso para mim.

 

D.) Fortalecei-vos na comunhão com os santos.

““Melhor é serem dois do que um, porque há melhor recompensa no trabalho de duas pessoas. Porquanto, se um cair, o outro levantará seu companheiro. Mas pobre do que estiver sozinho e cair, assim não haverá quem o ajude a se reerguer. Um homem sozinho pode ser mais facilmente derrotado, mas duas pessoas conseguem resistir. Um cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.  ”Ec 4:10-12).

 

4:15). “Os que esperam no Senhor renovam as suas forças”. (Is 40:31).

Como perseverar nas promessas de Deus?

  • Recorde sempre o que Deus prometeu
  • Viva pela fé, não pelo que vê.
  • Persevere em seguir a Jesus
  • Renove as suas forças