O PODER PURIFICADOR DE JESUS – LC 5 12-16


Aquele-Que-Crê-em-Mim-Nunca-Estará-Sozinho-

O PODER PURIFICADOR DE JESUS – LC 5 12-16

Uma vez mais Lucas destaca o extraordinário poder de Jesus, desta vez evidenciado numa autoridade incontestável sobre uma enfermidade. Mais do que saber sobre Seu poder, somos convocados pelo Evangelho a experimenta-lo!

I – ENCONTROU NO LEPROSO UMA FÉ CONSCIENTE

O leproso era um homem marcado pela limitação: física (processo permanente de degeneração), emocional (sem auto-estima, sem sonhos, sem projetos), religiosa (por onde passava era obrigado a anunciar-se como “imundo”), social (intocável, morava longe da família, fora da cidade), cultural (objeto repugnante, torpe, sujo, imprestável,prejudicial, amaldiçoado…). MAS um milagre aconteceu porque:

1. Buscou a PESSOA CERTA (v. 12 – “veio à sua presença”)

Rompendo com as leis cerimoniais que o condenavam ao isolamento, ele “encontra Jesus na cidade”…

2. Teve a POSTURA CERTA (v. 12 – “prostrando-se com o rosto…”, Mt 8:2 – “adorou-o”)

A postura física, muitas vezes, determina a postura do coração. Há muitos que chegam a Jesus empinados, olhando-O de cima para baixo, orgulhosos, auto-suficientes….

3. Fez a ORAÇÃO CERTA (v. 12, Tg 4:3)
a) Reconheceu a singularidade de Jesus (v. 12 – “Senhor”)
b) Reconheceu a soberania de Jesus (v. 12 – “se quiseres, podes” )
I Jo 5:14 (“esta é a confiança que temos…. se pedirmos..segundo sua vontade”…)
c) Reconheceu a sua necessidade (v. 12 – “purificar-me)
II – MANIFESTOU-SE COMO UM PODER EFICIENTE
1. Poder do TOQUE (v. 13 – “estendendo a mão, tocou-lhe)
a) Toque da “empatia” (Mc 1:41 – “profundamente compadecido”)
Jesus assumiu o drama do leproso como se fosse Seu
b) Toque da graça (contraste com a lei)
A lei excluiu a graça incluiu
c) Toque da agregação (contraste com a solidão)
Jesus resgatou sua identidade perdida na exclusão da comunidade

2. Poder da PALAVRA (v. 13 – “quero, fica limpo”)
a) Palavra verbalizada (v. 13 – “quero”)
Hb 1:1-2 (“tendo Deus outrora falado….. hoje nos fala pelo Filho”)
b) Palavra ordenada (v. 13 – “fica limpo”)
Lc 4:32 (“muito se maravilhavam da sua… pq sua palavra era com autoridade”
c) Palavra maravilhosa (v. 13 “no mesmo instante lhe desapareceu a lepra”)
Em Jesus, literalmente, “querer é poder”!
III – CONSEQÜÊNCIAS DO PODER MANIFESTADO
1. INDIVIDUAL: Jesus fez exigências ao homem de fé eficiente
a) Discreção (v. 14 – “ordenou que a ninguém o dissesse”)
Pq Jesus não objetivava ser um messias político…
b) Averiguação sanitária (v. 14 –“vai, mostra-te ao sacerdote”)
Pq o sacerdote era um inspetor de saúde
c) Gratidão legal (v. 14 – “o sacrifício que Moisés determinou….”)
* Pq o sacrifício era o sinal final religioso de que não havia mais imundícia…
* Pq o poder purificador de Jesus seria demonstrado ao sacerdote…
d) O SENÃO do homem de fé consciente (cumpriu duas ordens, rejeitou uma)
Insubmissão (v. 15 – “o que se dizia a seu respeito cada vez mais se divulgava)
Mc 1:43-45 (“tendo ele saído, entrou a propalar muitas e a divulgar a notícia…”)
Fez a coisa certa na hora errada….

2. COLETIVA: a multidão buscou Jesus para ouvir Sua Palavra e ser curada (v. 15)
Assim como no passado Jesus hoje continua a atrair multidões ao redor da terra, ovelhas sem pastor que precisam do Evangelho Pleno que promove uma cura plena: física e espiritual
3. ESTRATÉGICA: no meio da multidão Jesus prioriza a solidão e a devoção (V. 16)

“Dê-me uma centena de cristãos que nada temem a não ser o pecado, nada desejam a não ser Deus e não me importa se são clérigos ou leigos; somente tais pessoas abalarão os portões do inferno e estabelecerão o Reino dos Céus sobre a terra. Deus nada faz a não ser em resposta à oração” (John Wesley)

CONCLUSÃO

1. PRIMEIRA PERSPECTIVA: Jesus curou enfermidades no passado e continua a curar hoje!

2. SEGUNDA PERSPECTIVA: a lepra simboliza o pecado

a) Assim como a lepra o pecado é CONTAGIOSO
b) Assim como a lepra o pecado se origina no INTERIOR
c) Jesus é a única SOLUÇÃO para o pecado
A lei dizia que o leproso devia ter sua habitação fora do arraial. Como ele nada podia fazer por si, o sacerdote saia do arraial para tratá-lo. Jesus, o sumo sacerdote, saiu da casa do Pai para dar-nos a purificação do pecado que por esforços pessoais não poderíamos alcançar. “Jesus sofreu fora da porta para que santificasse o povo pelo seu próprio sangue” (Hb 13:12)
*********
Faça como este homem: busque Jesus, humilhe-se diante de Jesus, confie no Seu poder de curá-lo, reconheça a sua lepra (mentira, orgulho, desonestidade, incredulidade, carnalidade, ativismo, …), expresse sua confiança em oração sincera, declare quem é Jesus, confie no Seu toque e na Sua Palavra.
LC 5:31-32 (“os sãos não precisam de médico, e sim os doentes…”)

REFLITA

1. Apesar de estar profundamente doente no corpo e nas emoções, o leproso demonstrou uma sadia relação com Jesus. Como está hoje seu relacionamento com ELE?
2. Quais são as áreas específicas de sua vida onde Jesus precisa “tocar” miraculosamente?
3. Qual é a “lepra” = “pecado” que mais tem impedido o crescimento da sua fé?
4. Que tipo de empatia você tem evidenciado para com os “excluídos” que Jesus tem colocado em seu caminho?
5. Que propósito específico você tomará em função do estudo deste texto?
Pr. JAIR FRANCISCO MACEDO –

O PODER PURIFICADOR DE JESUS – LC 5 12-16
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *