Negociações não avançam e Prefeitura cogita aumento da tarifa de ônibus


145868

 

A reunião entre representantes da prefeitura e dos rodoviários acabou sem acordo. De acordo com o prefeito Carlos Eduardo, a Prefeitura está fazendo o estudo sobre a tarifa de ônibus solicitado pelo Ministério Público do Trabalho e não descarta o reajuste de R$ 0,10. “O problema continua. Nós vamos esperar a decisão do dissídio para decidir qualquer coisa e, por enquanto, a Semob está fazendo o estudo”, explicou o prefeito.

Para Nastagnan Batista, presidente do Sindicato dos Rodoviários, a reunião com o prefeito não trouxe novidades. “Pedimos transparência, mas nada foi resolvido hoje, ainda saímos sem respostas”, disse.

A categoria está em greve desde o dia 12 de junho. Mesmo após audiências de negociação, não houve acordo sobre o índice de reajuste salarial, a unificação do vale refeição para todas as categorias profissionais do transporte e o percentual de ônibus circulando sem cobradores. O julgamento do dissídio coletivo dos rodoviários acontecerá nesta terça-feira (24) no Tribunal Regional do Trabalho.

Para amanhã, devido a decisão judicial, os rodoviários deveriam circular com pelo menos 90% da frota. No entanto, os profissionais já garantiram que 100% dos ônibus estarão nas ruas porque não é viável barrar a saída de somente 10% da frota.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *